quinta-feira, 2 de maio de 2013

AÇÃO SOLIDÁRIA NO SERTÃO & CHUVAS DE ABRIL REGAM A TERRA SERTANEJA

Estamos felizes por participar ativamente da história que Deus está escrevendo, não temos pedido ao Senhor para realizar grandes coisas nesse mundo, temos pedido a Ele para nos orientar sempre e pedido sabedoria para discernir os tempos e a épocas.
Se algum de vocês tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá livremente, de boa vontade {...}Tiago 1:5
Vivemos em um mundo multifacetado, nele, muitos estão vivendo sem rumo, sem alvos demonstram desrespeito ao próximo e insubmissão para com  toda autoridade constituída {...} Sejam pais, professores, pastores, governantes. Alguns, talvez, por terem tido pais ou líderes que abusaram da autoridade, não conseguem respeitar suas autoridades atuais, mesmo que elas andem justamente e acabam passando isto aos filhos produzindo um ciclo de rebelião.
“E, como eles não se importaram de ter conhecimento de Deus, assim Deus os entregou a um sentimento perverso, para fazerem coisas que não convêm; Estando cheios de toda a iniquidade  prostituição, malícia, avareza, maldade; cheios de inveja, homicídio, contenda, engano, malignidade; Sendo murmuradores, detratores, aborrecedores de Deus, injuriadores, soberbos, presunçosos, inventores de males, desobedientes aos pais e às mães; Néscios, infiéis nos contratos, sem afeição natural, irreconciliáveis, sem misericórdia; Os quais, conhecendo a justiça de Deus (que são dignos de morte os que tais coisas praticam), não somente as fazem, mas também consentem aos que as fazem.” Romanos 1:28-32
                     ONG PÃO É VIDA REALIZA AÇÃO SOLIDÁRIA NO SERTÃO
Saímos de Santa Cruz do Capibaribe, no Agreste de Pernambuco cedinho, com o céu nublado, quando estávamos próximo à cidade de Caruaru, fomos presenteados com um belíssimo arco Iris no céu. Não demorou muito, a chuva começava a cair, verdadeiros presentes de Deus para a jornada! Estávamos orando todas as manhãs para que o criador contrariasse as previsões e enviasse chuvas sobre os Sertões. 
Chamou à atenção de alguns de voluntários a quantidade de animais mortos no percurso, embora a chuva caísse e pudéssemos sentir o cheiro de terra molhada, predominava em vários trechos o mau cheiro de carniça.
Essas primeiras chuvas alegram o coração dos povos dos Sertões, porém precisa ter um volume maior de precipitações para que tenham como plantar e colher. 
Dia 28 de abril é comemorado o dia Nacional da Caatinga, um bioma único no mundo localizado no Nordeste Brasileiro. 
Trabalhamos numa área próxima a divisa de Pernambuco com o estado de Alagoas, essa região como as demais do Sertão Nordestino está enfrentando uma grande seca.
Após 5 horas de viagem, chegamos ao destino no sítio Baixas, no Sertão de Pernambuco, onde a ONG Pão é Vida tem atuado há alguns anos. A equipe foi composta por: Nilton, Gilberto, Monique, Willianne, Elda, Aniella, Sérgio, Jordão, Gilzelda, Ronaldo e Joana.
 Durante as atividades era notória a alegria na face das pessoas que interagiam com os voluntários.
 Organizamos uma fila, onde as famílias compostas por mais de 6 membros receberam 2 cestas, as crianças ganharam livros e brinquedos, que foram doados por parceiros da ONG Pão é Vida.
A mobilização foi iniciada a cerca de 1 mês atrás quando soubemos da morte de Ruth, um bebê com cerca de 2 meses que chegamos a conhecer, ela lutou pela vida como pode, mas, morreu de inanição no Sertão do Moxotó em março de 2013.  Sua mãe não teve acesso a uma alimentação adequada, então não teve como continuar amamentando a criança. A fome, a seca e as péssimas condições sanitárias a mataram.
Não foi fácil arrecadar os alimentos, durante a campanha houve momentos em que encorajamos a equipe, dissemos para não ficarem tristes porque muitos não dispõe ajudar,  alguns voluntários demonstraram tristeza por ver pessoas gastam com tantas coisas supérfluas, mas, quando se trata de ajudar alguém dão desculpas e agem com indiferença.
Agradecemos a todas as pessoas que se mobilizaram para que 278 cestas de alimentos chegassem às mãos dos sertanejos. Além da realização do culto na comunidade e da doação de alimentos para as famílias. Elas também tiveram acesso a consultas médicas com a (Pediatra e Clinica médica) Dra. Gizelda Ferraz e o Dr. Sérgio Henrique, eles realizaram cerca de 30 atendimentos, (entre adultos e crianças). A dentista Aniella Ferraz realizou orientação sobre higiene bucal, fez doação de kits (escova e creme dental) e aplicação de flúor.
 Em nome da ONG Pão é Vida agradecemos em a todos que participaram, aqueles que usaram a criatividade para arrecadar alimentos, como o pessoal das lojas Rota do Mar.
                                                 CHUVAS DE ABRIL REGAM A TERRA SECA 
Chuvas enchem açudes e amenizam drama no sertão
A Tribuna do Norte destaca que as chuvas que caíram nos últimos sete dias em diversos municípios do Rio Grande do Norte, principalmente na região Oeste, ainda não foram suficientes para desfazer o quadro de estiagem nos 167 municípios do Estado. Levantamento do acumulado de chuvas no site da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (Emparn) mostra que em alguns municípios, embora já tenham acumulado um volume de chuvas de até 519 milímetros, como é o caso de Campo Grande, lá a avaliação continua sendo de “muito seco”, pois a média de um inverno normal está acima de 600 a 700 milímetros por ano {...} http://serrinhadefato.blogspot.com.br/2013/04/chuvas-enchem-acudes-e-amenizam-drama.html


                                          MOTIVOS  PARA ORAR (VIDA E MINISTÉRIO)
1. Por nossas vidas e para que Deus nos fortaleça para continuarmos nos ministério que Ele nos concedeu.
2. Pela comunidade Santo Antônio onde há 5 anos atuamos pregando a palavra e ensinando as crianças, precisamos ter mais pessoas para ajudar com as atividades.
3. Por novas conversões no Sertão do Moxotó, pela união das famílias e para que Deus envie chuvas.
4. Pelos cursos da ONG que estão acontecendo aqui no Agreste de PE, pelos alunos que estão tendo oportunidade de aprender informática, costura e Inglês, também guardem no coração os ensinos de Cristo transmitidos a eles antes das aulas.
5. Por sustento financeiro para manutenção dos projetos, e pelos parceiros para que sejam fieis, só assim que possamos continuar avançando.
6. Pelas pessoas alcançadas que estão sendo discipuladas, elas já estão se integrando a igreja Batista e irão se batizar em breve.
7. Pela libertação de Marquinhos, conseguimos com parceiros uma carta de emprego, ele já cumpriu parte da pena e continua trabalhando no presidio ... Nesse mês fizeram uma reportagem no diário de PE sobre os detentos e a educação, e ele foi citado como exemplo pelo empenho na escola o presídio.
 Entre em contato conosco pelo email: ronaldo_joanadarc@hotmail.com - Fones: TIM (81) 9752 0140 ou 9278 9315 (CLARO).
SE DESEJAR ABENÇOAR FINANCEIRAMENTE A VIDA DO CASAL SEGUE OS DADOS
CAIXA ECONÔMICA FEDERAL - AG: 1038 – OPERAÇÃO 013 – CONTA 9210 -1 - EM NOME DE JOANA DARC DE MEDEIROS HENZEL - CPF 028.159.274.89

           CONHEÇA UM POUCO DA HISTÓRIA DOS FUNDADORES DA PÃO É VIDA
É um ônibus velho, do tipo que parece que vai arriar no próximo buraco. Quando desponta num povoado nordestino, tem jeito de aparição. O povo olha desconfiado. De dentro da lataria desce, então, uma moça franzina, com jeito de menina, e um homem grande, de sorriso maior ainda. Joana D’Arc, ela se apresenta. O nome da santa guerreira não ajuda a dissipar a estranheza. Ele se chama Ronaldo Henzel. Sobrenome de gringo que não se ouve por aquelas paragens. “O que esse povo anda querendo neste fim de mundo?”, é o que os sertanejos pensam, à primeira olhada. Por sorte, Ronaldo e Joana querem muito.
O casal estaciona seu ônibus em um povoado do Nordeste e vai arregimentando gente que pode fazer alguma coisa pelo vizinho. Qualquer coisa. Cortar cabelos, ensinar a bordar ou preparar um remédio caseiro, escrever uma carta ou dar uma receita para o milho crescer mais robusto. Todo mundo sempre tem algo de que o outro precisa. Ou não sabe. Marcam, então, um dia para o encontro da comunidade. E nesse dia começa um mutirão, um troca-troca.
O casal fica dois meses em cada povoado. A ideia é que o povo pegue gosto, descubra a força da organização, da vida compartilhada nas horas ruins, nas horas boas. Depois de plantar essa semente, Ronaldo e Joana pulam para dentro do ônibus e seguem para o povoado seguinte. De tempos em tempos voltam, para ter certeza de que a planta que cravaram em chão de seca cresceu resistente como um dos mandacarus da região.
Quem é essa dupla que pensa que é anjo? Joana, de 30 anos, nasceu numa família de mascates, fugiu da fome e da seca vividas na pequena Currais Novos, no Rio Grande do Norte. Ronaldo, de 45, nasceu no outro Rio Grande, o do Sul, numa família de imigrantes alemães, e virou representante comercial em Pelotas. O encontro improvável só poderia acontecer em São Paulo, a babel de todos os Brasis. Ronaldo passou por lá a negócios e aproveitou para comprar presentes numa loja. Joana D’Arc, mais uma entre milhares de migrantes nordestinos, atendeu o cliente. A partir dali, muitas cartas, três encontros e um casamento que já dura uma década.
Em 1999, eles tinham dois destinos de férias diante deles: dez dias em Nova York ou 30 dias no Nordeste. Escolheram a segunda opção. A viagem começou pelo litoral e enveredou pelo sertão. “Você vai conhecer agora o outro Brasil”, disse Joana ao marido. “Eu dizia que o Nordeste era o último lugar para onde eu iria”, afirma Ronaldo. “Hoje, digo que é o último lugar de onde vou sair.” Foram três viagens em seis anos. E, finalmente, a decisão. O casal ignorou os conselhos da família, vendeu o negócio em Pelotas e fez de um ônibus que muito já tinha sacolejado pelas estradas gaúchas um misto de casa de lata e sonho ambulante.


Desde a sua fundação a instituição possui uma conta e qualquer contribuição pode ser depositada lá. 
BANCO DO BRASIL -  AGÊNCIA: 0361-1 - CONTA CORRENTE: 15.422-9 - TITULARIDADE: Associação Pão é Vida - CNPJ 08.316.521.0001-64
ENDEREÇO:  Rua Diógenes Taborda 16, Casa II - J.  Eledy - CEP: 058.56-030 - São Paulo / SP -  Site: www.paoevida.org para quem quiser contribuir com os projetos sociais.
BASES DE APOIO NO NORDESTE - Vereador Severino Ribeiro da Silva – Bairro Novo em Santa Cruz do Capibaribe - PE.            
INAJÁ: Baixas na Zona Rural do município que fica na divisa com Manari, no Sertão  do Moxotó em Pernambucano.