quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

COMO MISSÕES É ENCARADA NOS DIAS ATUAIS?


Missões nos dias de hoje pode ser comparada a uma história simples e que faz parte do cotidiano de muitas pessoas...
Esta é uma história de quatro pessoas: TODO MUNDO, ALGUÉM, QUALQUER UM e NINGUÉM.
Havia um trabalho importante a ser feito e TODO MUNDO tinha certeza de que ALGUÉM o faria.
QUALQUER UM poderia tê-lo feito, mas NINGUÉM o fêz.
ALGUÉM zangou-se porque era um trabalho de TODO MUNDO.
TODO MUNDO pensou que QUALQUER UM poderia fazê-lo, mas NINGUÉM imaginou que TODO MUNDO deixasse de fazê-lo.
Ao final, TODO MUNDO culpou ALGUÉM quando NINGUÉM fez o que QUALQUER UM poderia ter feito...
Quando tomamos a decisão de atender ao chamado de Deus para vivermos como missionários, não sabíamos o que viver como um missionário significava exatamente.
Lembro-me que pagávamos mensalidades na Cruzada durante o ano em que estudarmos na Cruzada Estudantil.  Havia outros  missionários experientes que já conheciam a dinâmica de viver pela fé,  de desafiar pessoas para ofertarem para irem aos campos, nós não sabíamos como era isso, e por vezes algum professor perguntava se tínhamos mantenedores,ou quem bancaria nossa vinda ao campo, sentíamos vergonha de dizer que não tínhamos mantenedores ainda... Perguntas difíceis aquelas…
Nossas contas eram pagas com nossas economias, fruto do nosso trabalho secular, como empresários no Sul e estávamos legalizando a Pão é Vida com esses recursos. Havia os gastos para viver em São Paulo sem trabalhar, somente estudando, manhã, tarde e noite...
Ao colocar o pé dentro daquele velho ônibus depois de 1 ano em São Paulo ainda não havia nenhuma igreja ou pessoa realmente comprometida com nosso sustento, apenas algumas promessas... Não sabíamos pedir nada, só sabíamos que havíamos sido chamados, havíamos nos preparado. e era hora de fazer como Pedro, andar sobre as águas...
Embora missões seja a única tarefa deixada por Jesus antes da sua ascensão, os cristãos por vezes fazem inúmeras coisas que Jesus n’ao mandou fazer e desprezam a essencial, missões!
Deus tem honrando a nossa fé, como você viu Carol nada é fácil quando se tem tanto a fazer e poucos com quem podemos realmente contar, no entanto, Deus tem levantado pessoas para não nos deixar desanimar, para suprir sobrenaturalmente!!
Quando olhamos para o mundo ele está maduro e é quando a história de TODO MUNDO, ALGUÉM, QUALQUER UM e NINGUÉM faz sentido...
Eu não vou porque ALGUÉM dever ter ido, eu não contribuo porque TODO MUNDO dever ter contribuído esse mês... QUALQUER um pode ir, porque tem ser eu?
Se NINGUÉM vai eu também não vou... e dizemos amar a volta de Jesus em louvores cheios de palavras vazias...
Louvo a Deus porque recebi nesse ano a mais linda equipe de todas, uma equipe que conhece nossa história, talvez seja por isso que Deus nos enviou para permanecer 1 ano aí no Ferreira, para que o coração de outros pulsasse pelo Sertão, como o nosso pulsa e anseia em ver esse povo convertido.
Desejamos que a sua jornada seja menos dura do que a nossa, que as pessoas se comprometam com o que Deus irá realizar através da tua vida...
Quanto a você busque mais de Deus, se ao ser lapidada por Deus vier a sofrer, lembre -se que ferro com ferro se afia...
Jesus aprendeu obediência pelas coisas que sofreu... o que sobra para nós meros mortais?
Se vieres com a Diva para ficar 6 meses, ou 1 ano ou anos em Manari...
Terão que passar pela provas sim, aprendi com antropologia algo incrível, que ao estarmos imersos em uma cultura, se quisermos ganhar o coração deles teremos que viver como vivem, comer o que eles comem, dormir quando eles dormem, acordar quando eles acordam, foi assim para construirmos aquela base nos Sertão, e ganhamos o respeito daquelas pessoas.
Vocês vão acordar com aqueles olhinhos curiosos ás seis da manhã… terão que ouvir Cícera falando o tempo todo... Não haverá as facilidades de uma grande metrópole, mas, haverá a certeza de terem feito o que Deus chamou vocês para fazer.
                          Marcos 16:15 - Com carinho! Joana e Ronaldo Henzel.

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

PLANTANDO AS PRIMEIRAS ÁRVORES FRUTÍFERAS NO SERTÃO

DESAFIOS DO SEMIÁRIDO


Dia 18 de fevereiro de 2012 uma equipe composta por 22 voluntários saíram de Santa Cruz do Capibaribe, no Agreste de Pernambuco, para passar o feriado de carnaval no Sertão do Moxotó, onde a Pão é Vida está desenvolvendo ações e projetos.
Uma oportunidade impar para vários voluntários que tinham o desejo de conhecer os projetos realizados com as famílias de sítios de Inajá e Manari.

O plantio das primeiras árvores frutíferas, como parte do projeto piloto que a ONG Pão é Vida, voluntários e parceiros estão desenvolvendo foi realizado com sucesso, futuramente as famílias terão abundância de alimentos em meio à terra árida.

O objetivo da ONG é proporcionar uma mudança de atitude em direção oposta ao assistencialismo, pois as famílias são muito carentes, a única fonte de renda que possuem é oriunda dos programas sociais do governo federal.
É comum chegar nas casas de taipa e nos deparamos com realidades que deveriam ter ficado no passado... casas sem mobília, camas de varas com colchões de capim, crianças que se alimentam com garapa (uma mistura de açúcar com água).
Sabemos que não se muda uma realidade centenária facilmente, por isso, estamos trabalhando com a comunidade a partir da informação e conscientização.
Um poço foi perfurado recentemente para fins de irrigação, ele estará sendo equipado para iniciar a transformação nessa parte do Nordeste.
FOI REALIZADO O SUPERMERCADO DA SOLIDARIEDADE

Ó vós, todos os que tendes sede, vinde às águas, e os que não tendes dinheiro, vinde, comprai, e comei; sim, vinde, comprai, sem dinheiro e sem preço... Isaías 55.1
É um projeto que levar alimentos sem dinheiro e sem preço onde as pessoas levam para suas casas o que mais precisam, como quando vamos o mercado e buscamos aquelas coisas que está faltando na cozinha
Um dos momentos mais marcantes em Inajá dias atrás foi quando as mães fizeram a fila para receber os alimentos. Eu costumo perguntar á elas, se você fosse ao mercado hoje o que você levaria para casa?
Elas respondem geralmente o que está faltando.. E nos chamou atenção uma mulher que  nunca havíamos visto antes. Ela disse: O que você me der eu aceito...  explicamos que seria interessante ela levar algo que não tivesse em casa... Ela me olhou e disse: “Eu não tenho nada em casa", fazem 2 dias não boto a "panela no fogo”
                   DIFICULDADES NO ACESSO AOS SÍTIOS DO SERTÃO DE INAJÁ

UM PROJETO CONTÍNUO PARA MUDAR UMA DURA REALIDADE

MUTIRÃO SOLIDÁRIO NA ZONA RURAL DE INAJÁ PE

PROJETO REALIZADO NOS DIA DE CARNAVAL EM 2011 NO SERTÃO DO MOXOTÓ



PROJETO DE IRRIGAÇÃO E PLANTIO DE ÁRVORES FRUTÍFERAS EM FEVEREIRO DE 2012




O POÇO FOI PERFURADO ( 120 METROS, FOI TODO REVESTIDO COM CANOS). 
MEDIMOS A VAZÃO DO POÇO  10.000 L/H  ÁGUA DOCE, DEUS É FIEL, MUITOS POÇOS NO MUNICÍPIO N'AO DERAM ÁGUA DOCE E  PRECISARAM DE DESSALINIZADOR, O POÇO DA ONG DEU ÁGUA DOCE!!!!
ESTAMOS AGUARDANDO A BOMBA, GRAÇAS A DEUS TEMOS UMA EMPRESA DE SANTA CRUZ  SE DISPÔS DOAR A BOMBA, ESTAMOS AGUARDANDO...

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

O “MARAVILHOSO MUNDO VIRTUAL” E SUAS “REDES SOCIAIS”


Que a rede mundial de computadores é uma maravilha dos tempos pós-modernos, ninguém duvida. A comunicação global e a rápida interação entre os povos é algo devemos a essa revolução chamada internet.
Quando pensamos em “mundo virtual” o que vem a sua mente?
Um mundo de liberdade e possibilidades? A resposta pode ser a chave para desvendar muito sobre nós mesmos... O fato é que o mundo virtual tem fascinado milhões de pessoas no mundo inteiro. Nela é possível até ser outra pessoa... estar sempre belo (a), ser encorajado (a), compreendido (a), e não há limites para as variações. Podemos escolher os amigos, as pessoas com as quais queremos ou não interagir...
Um exemplo disso é a “Second life” que fascina muitos, pessoas inteligentes e antenadas que talvez frustradas com the first life escolhem a segunda vida, ou seja uma “vida virtual, um jogo” onde mudamos nossos pais, amigos, cônjuges, situação financeira, enfim, um paraíso!
As redes sociais são vistas por muitos como a maravilha desse “novo mundo virtual” embora elas nos mantenham conectadas com pessoas que amamos e confiamos, não podemos esquecer que essas redes são também mecanismos de controle social, suas comunidades são uma espécie de curral onde “os animais somos nós”. Os nomes dados as comunidades são geralmente assim... “Eu odeio isso, eu amo aquilo, não suporto tal coisa”. Se pensarmos na disseminação do preconceito e em quantos mal entendidos surgem por causa de comentários em posts ou em fotos, talvez venhamos reavaliar o uso da rede nos dias atuais. Até onde essa constante interação é realmente benéfica ao nosso mundo real? Relatos de pessoas que não consegue mais se relacionar com o mundo real se tornam cada vez mais comuns. Em países como a China onde há clinicas de reabilitação para pessoas viciadas na rede. 40% dos viciados em internet também sofrem de distúrbio de deficiência de atenção e hiperatividade, e têm dificuldades para obedecer às ordens na reabilitação.
"Eles apresentam eficiência de apenas um quarto ou um quinto do normal, em sua vida acadêmica", disse. O vício em internet é um grande problema na China porque 200 milhões de usuários da internet no país têm entre 15 e 35 anos, e muitos deles não exercem autocontrole, de acordo com Tao Ran, diretor da primeira clínica chinesa de reabilitação para viciados na internet.
Há redes e redes e redes, umas servem para que nos balancemos outras existem para nos balançar, só temos que ter cuidado para não ficarmos presos nas "malhas da rede".
Em muitas casas as famílias não sentam mais para uma refeição juntas, em muitos casos porque a vida real perdeu a graça. Que vençamos as malhas da “rede virtual” e nos balancemos na rede da varanda da casa onde a família pode sentar e bater um papo no fim do dia.

Boa semana

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

Uma mulher de fé ...

Uma Mulher de Fé
Kleber Lucas

Uma mulher de fé move o coração do Rei
Faz o deserto florescer
Uma mulher de fé é incansável na esperança
Traz na lembrança o bem de Deus
E não desistirá jamais
Quando uma mulher decide orar
E derramar o coração aos pés do salvador Jesus
Deus não negará o seu melhor
A uma mulher de fé, uma mulher de fé
Uma mulher de fé tocou no manto do Senhor
E o impossível aconteceu e acontecerá
Uma mulher de fé tocou no manto do Senhor
E o impossível vai acontecer com você
Quando uma mulher decide orar
E leva os sonhos ao Senhor
E ora mesmo pra valer
Deus responderá com o melhor
A uma mulher de fé, uma mulher de fé


Não tenho palavras que expressem as mulheres de fé que tive e tenho o prazer de conviver.
Aprendi que o perdão acontece antes em nosso coração, mesmo que seja humanamente impossível perdoar, o dom do perdão é divino e Ele faz brotar em nossos corações.
Joana, uma mulher de fé, que sonha os sonhos do Senhor, que imagina os impossíveis e Deus realiza.
Joana, uma líder.
Já está no nome, JOANA D'ARC!
Ela faz, ela acontece; leva o nome do Senhor Jesus consigo.
Deus usa a Joana em tudo que faz.
Ela se ajoelha diante desse Deus, se compromete com Ele, não troca este Deus por nada nem ninguém deste mundo.
Ela é uma mulher de fé, é abençoada e abençoa vidas.
Que responsabilidade imensa escrever a respeito dela.
Ela é linda: é esposa, missionária, assistente social, dirigente de uma ong; é batalhadora, guerreira, é serva, filha. É especial, é uma mulher de fé.
Olho para a vida da Joana e vejo alguém que é vaso nas mãos de Deus, uma pessoa quebrantada e usada para a honra e glória do Pai.
É bonito ver Joana.
Difícil é encontrar pessoas como ela.
Sua fala é mansa, seu jeito é doce, mas não pensem que ela é quietinha, que nada! Joana é "braba" como diriam os nordestinos. Joana é um exemplo.
Não posso me prolongar, se o fizer, certamente falharei.
Deus abençoe esta mulher, linda filha de Deus.

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

    JANEIRO DE 2012 NO NORDESTE - By Ronaldo e Joana D’arc
“O cavalo prepara-se para o dia da batalha, mas do SENHOR vem a vitória.”
(Provérbios 21.31).
Viver no Nordeste com uma missão no coração tem sido uma experiência singular, cada dia é um novo dia, uma oportunidade de abençoar, e de sermos abençoados.
Dias desses estávamos refletindo juntos sobre a época que sairmos do Rio Grande do Sul a cerca de 7 anos atrás. 
Muitas pessoas nos assustavam dizendo que já conhecíamos a realidade do Sertão e que era loucura deixar uma vida já estruturada para nos aventurar  morar dentro de um ônibus... E quando acabasse o dinheiro... O que iríamos fazer? O que iríamos comer?  Quem sustentaria os projetos? Essas eram perguntas que eram respondidas apenas com Deus proverá. Nós não conhecíamos todo o caminho, Deus havia nos dado uma palavra de que conforme fossemos obedecendo, nos seria revelado um pouco mais do caminho a trilhar...
Naquela época tudo que sabíamos é que nossa casa ficaria alugada e tínhamos algumas economias  para algum tempo. Havíamos comprado o Motor Home e investido em uma moto para os deslocamentos aonde o ônibus não chegasse.
Seria uma nova vida, não poderíamos viver contanto com os lucros das nossas empresas. Havíamos feito uma escolha que ia contra tudo o que a sociedade atual prega como caminho para a felicidade.
É verdade não havia nenhuma grande ou pequena igreja ou missão garantindo nosso sustento, mas, havia um Deus nos céus que havia nos dado uma missão. Foi preciso garra fé e coragem para ligar os motores e rumar para viver essa grande aventura.
Hoje olhamos para vida daqueles que ao longo do percurso Deus proveu para nos abençoar e vemos como elas têm sido abençoadas. Deus proveu o necessário para que continuássemos aqui. Claro que ainda somos indagados sobre inúmeras situações, assim é a vida, os homens fazem as perguntas e do Senhor vem às respostas.
   EQUIPE DE SÃO PAULO CHEGA PARA APOIAR TRABALHO DA ONG PÃO É VIDA
De 19 a 27 de janeiro de 2012, a ONG Pão é Vida recebeu uma equipe de 18 pessoas oriundas de São Paulo com o objetivo de atuar em comunidades do Sertão e Agreste de Pernambuco.
Durante esses dias foram realizadas ações em 4 diferentes comunidades: Santo Antônio, Sítios de Inajá e povoado Nova Capivara no interior de Pernambuco.
Em Nova Capivara foi realizado o projeto cinema na comunidade que aconteceu após as demais atividades realizadas.
No sítio Baixa I em Inajá, além de atividades com as crianças, visitas e atendimento médico tivemos a realização do supermercado da solidariedade.
Consultas médicas, (Dra Giselda), testes de glicemia e aferição da pressão arterial (Enfermeiras: Maura e Madalena), cultos, teatro de fantoches, atividades recreativas e educativas. (Fernanda, Cris, Carol, Felipe, Mateus, Diva, dentre outros irmãos).
Foi nessa viagem que pela primeira vez as mulheres dos sítios manusearam máquinas de costura industriais. Graças à voluntária Célia, por muitos anos ela foi professora do SENAI, agora está nos auxiliando com esse projeto.
 A equipe partiu dia 27 de janeiro e ficou em Santa Cruz do Capibaribe a Carol, estudante de pedagogia sentiu desejo de permanecer em solo nordestino até 24 de fevereiro, nesse período ela estará nos auxiliando com as atividades da ONG Pão é Vida e da igreja.
Agradecemos a Igreja. Batista em Ferreira, Rota do Mar, Riva Tecidos e outros parceiros que tem ajudado esses e outros projetos.
A equipe oriunda de São Paulo da Igreja Batista em Ferreira foi liderada pelo o Pr. Jonathas, que também é psicólogo ele e sua esposa Fernanda juntamente com outros 16 irmãos, formaram uma equipe forte e coesa, juntos eles foram exemplo em unidade e comprometimento com a excelência das atividades. Nós que fazemos a Pão é Vida agradecemos pelo empenho dessas pessoas que doaram suas férias e seus recursos para se unirem a nós na missão de alcançar vidas no Agreste e do Sertão nordestino.

                                                      SUPERMERCADO DA SOLIDARIEDADE
Ó vós, todos os que tendes sede, vinde às águas, e os que não tendes dinheiro, vinde, comprai, e comei; sim, vinde, comprai, sem dinheiro e sem preço... Isaías 55.1
É um projeto que visa "adquirir alimentos sem dinheiro e sem preço" onde as pessoas levam para suas casas o que mais precisam, como acontece quando vamos o mercado e buscamos aquelas coisas que está faltando na cozinha.
Um dos momentos mais marcantes em Inajá foi quando as mães fizeram a fila para receber os alimentos. Eu costumo perguntar... se você fosse ao mercado hoje o que você levaria para casa? Elas respondem geralmente um alguns intens que está faltando.. E me chamou atenção uma mulher que eu nunca havia visto antes. Ela disse: O que você me der eu aceito... eu expliquei que seria interessante ela levar algo que não tivesse em casa... Ela me olhou e disse: “Eu não tenho nada, faz 2 dias não boto panela no fogo”
Saiu dali agradecendo a Deus, levando consigo um pacote de gêneros alimentícios para saciar a fome do corpo...
SITE OFICIAL: www.paoevida.org - BLOG www.ongpaoevida.blogspot.com TWITTER http://twitter.com/#!/ongpaoevida.
PARA QUEM DESEJAR ENVIAR UMA OFERTA PARA O CASAL. CAIXA ECONÔMICA FEDERAL - AG: 1038 – OPERAÇÃO 013 – CONTA 9210-1- EM NOME DE JOANA DARC DE MEDEIROS HENZEL - CPF 02815927489 CONTATOS (81) 9278 9315 / 9752 0140 - Email / MSN: ronaldo_joanadarc@hotmail.com – ONG Pão é Vida