sábado, 27 de agosto de 2011

RUMO AO SERTÃO NOVAMENTE, PROJETO DE IRRIGAÇÃO


Dia 22 de Agosto de 2011 rumamos para Inajá e Manari Pernambuco, para realizar atividades naquela região. Saímos as 5:30h da manhã do Agreste Pernambuco, mas, tivemos problemas mecânicos na estrada, por isso, só foi possível seguir viagem depois do meio dia. As famílias dos sítios estavam com saudade, uma vez que estivemos em São Paulo entre os meses de julho e agosto, cumprindo agenda da Instituição, e o trabalho em Manari estava com a responsabilidade do voluntário Manoel Antonio e Sirleide.
Diversas atividades foram realizadas na Zona rural de Inajá.
Reunião com homens da comunidade para falar sobre o projeto de irrigação.
Atividades educativas com o livro da família para cerca de 30 crianças.
Letreiro da Base operacional.
Visitas foram realizadas para as mulheres que deram a luz recentemente, uma delas não estava bem, porque teve o filho em casa (parteira) e teve complicações pós–parto.
Graças à doação de alimentos feita por parceiros da ONG Pão é Vida, levamos alimentos para o “supermercado da solidariedade” onde colocamos a disposição das famílias carentes, alimentos que arrecadamos. Muitas graças foram dadas a Deus ali... Só entendemos após ouvir as famílias.
A maior parte das famílias sobrevive dos “programas sociais” do governo federal, várias mulheres disseram que o cartão do beneficio estava bloqueado, e por isso, não tinham alimentos em casa.
O projeto de irrigação para beneficiar as famílias de modo que possam viver da terra, está em andamento. A ONG Pão é Vida está investindo em um projeto piloto em sua base operacional no Sítio Baixa II. O objetivo da instituição é incentivar multiplicação do modelo para outras famílias.
Para isso é preciso à perfuração de um poço profundo, um investimento entre R$ 8.000.00 R$ 10.000.00. 10 famílias estarão participando desse projeto piloto,onde cada uma delas cercará uma parte das suas terras para o plantio.
As famílias terão a responsabilidade de conseguir a madeira e a Pão é Vida está divulgando o projeto para que essas famílias sejam beneficiadas com rolos de arame farpado. (RS 2.000.00 por família).
Porque cercar para plantar?  Naquela região acriação de caprinos é um fator cultural, daí a necessidade de cercar área para o plantio.
ASSOCIAÇÃO PÃO É VIDA - AG: 0361 - CONTA CORRENTE 15.422-9 - BANCO DO BRASIL. (81) 9752 0140 - 92789315

terça-feira, 9 de agosto de 2011

ABSORVENDO INFLUENCIAS, COMO AS ESPONJAS ABSORVEM ÁGUA...

Um garoto americano de 17 anos marcou com amigos uma festa através de um site de relacionamento, após comunicar aos pais sobre a festa, eles não concordaram.  O garoto matou os pais com golpes de martelo após eles discordarem que ele oferecesse a festa em casa... A festa combinada pela rede, rolou normalmente enquanto os corpos dos pais do garoto, estavam escondidos dentro de um quarto, coberto por objetos...
Dias depois de ouvir essa notícia, ela me veio à mente novamente, ao assistir parte de um desenho animado. No desenho,  um “estranho ser” de pele vermelha que saía de dentro de um redemoinho...  insistia para que um garoto, que ele chamava de filho, desse um amuleto mágico para uma amiga do garoto, logo que a garota usasse o amuleto seria aprisionada em uma gaiola... O menino se recusava fazer mal a amiga, então o “estranho pai” esbravejava dizendo que se o garoto não fizesse o que ele queria, então o eliminaria. O garoto argumentou com “o pai” citando o nome de pessoas da família que “o pai” já havia eliminado. Dentre os eliminados, havia um “entregador de pizza” que foi eliminado porque trouxe a pizza com sabor diferente do que o “estranho ser” pedira... Não consegui continuar assistindo!
Refletindo sobre "descartar coisas e eliminar pessoas", foi impossível não pensar em como ao longo do tempo se tornou banal descartar, primeiro, foram os copos, pratos, luvas, talheres, roupas...
Vieram os estudos que mostraram que a humanidade estava destruindo o planeta, mas, continuamos descartando coisas... Hoje em dia, poucos sentem um peso na consciência pelo tanto que descarta, a maioria vive como se o planeta fosse "um lixão".
O consumo desenfreado é enaltecido. 
O estilo de vida da pós-modernidade mudou prioridades, endureceu muitos corações. Além de descartar as coisas, a humanidade passou a descartar também as pessoas... Tratar as pessoas como objetos descartáveis não é algo novo, só foi repaginado... Se alguém não agrada, elimina-se... Nem é preciso matar o corpo, mata-se com indiferença, atitudes ou palavras destrutivas.
No passado era comum dizermos que as pessoas estavam no “fundo do poço”, hoje em dia não se fala mais em fundo do poço, porque o poço parece não ter fundo mesmo...
As pessoas foram absorvendo as influencias como se fossem esponjas... Não filtrar as informações está transformando parte da humanidade em "seres presos em uma gaiola invisível". Pessoas que repetem comportamentos influenciados por "quem" sabe muito bem o que está fazendo ao oferecer seus "amuletos da sorte".

A NOTÍCIA - 19 de Julho de 2011 | 14:14h
Um adolescente de 17 anos assassinou seus pais usando um martelo e deu uma festa organizada pelo Facebook em sua casa no sábado, 16/7, enquanto os corpos ainda estavam dentro de um dos quartos, segundo o Mail Online.
A polícia de Port Saint Lucie, na Flórida, afirma que o garoto matou seus pais antes de realizar a festa, que tinha cerca de 50 convidados confirmados no Facebook. Um dos motivos para o crime pode ter sido a recusa dos pais para aceitar a festa, segundo testemunhas.
A festa realmente aconteceu - com os corpos trancados em um quarto. A polícia chegou à residência dos Hadley na manhã seguinte após denúncias anônimas e, inicialmente, ouviu do garoto que seus pais estavam viajando. Depois, descobriram em um dos cômodos da casa os corpos cobertos por livros, quadros e toalhas.
Não há informação sobre a hora exata em que o garoto matou os pais, mas a polícia acredita que tenha sido durante a tarde, após a distribuição dos convites para a festa na manhã de sábado. Hadley foi detido e acusado de dois crimes de homicídio em primeiro grau.

quarta-feira, 3 de agosto de 2011

QUEM É DR. MORRIS CERULLO?

Dr. Morris Cerullo: Conheça o controverso braço direito do Pastor Silas Malafaia em campanhas polêmicas
Assim como se intitulou e gosta de ser chamado, Dr. Morris Cerullo é um dos Pastores Internacionais da Igreja Assembléia de Deus e sócio majoritário dos escritórios do MCWE – Morris Cerullo World Evangelism – o centro do controle missionário, mas não exerce a função de pastor nem é membro de nenhuma igreja local ou congregação.
A associação Vitória em Cristo (do Pastor Silas Malafaia) afirma que Cerullo “é considerado uma das maiores autoridades mundiais em oração e batalha espiritual”, juntos eles estão lançando uma campanha de prosperidade onde osfiéis estarão doando R$ 911,00 em prol de receberem uma “multiplicação financeira” prometida.
Cerullo perdeu os pais quando criança aos 2 anos de idade e foi criado em um orfanato Judeu Ortodoxo, onde teve uma experiência, na qual segundo ele foi levado para fora para fora do orfanato por dois seres celestiais e viu a Deus face a face, então aceitou verdadeiramente a Jesus como senhor e salvador de sua vida e a partir desta que ele deu início ao seu ministério. Ele afirma que após essa experiência as pessoas devem olhar para seu rosto sempre, pois ali verão a face do próprio Deus.
Formado em 1953 na Escola Divindade em de Nova York , começou a ministrar ao lado e auxiliado de então na época sua noiva e hoje esposa Theresa, com a qual tem três filhos. Hoje possui várias entidades voltadas ao evangelísmo como a School of Ministry (Escola de Ministério, em tradução livre) que é similar a Eslavec, escola de líderes do Pastor Silas Malafaia.

Denúncias

Apesar de seu “bem sucedido” e conhecido ministério, o Dr. Cerullo é causador de grandes polêmicas devido sua forma de abordagem a cerca da prosperidade financeira de fiéis e de meios para obtê-la. Hoje desligado de qualquer proximidade com o doutor, John Paul Warren, um respeitado pastor da terceira geração de assembleianos que já trabalhou para Cerullo em parceria no seu ministério, entrou com uma ação na justiça contra a organização, depois de confrontar Morris Cerullo quanto a maneira segundo ele, “antiética e as técnicas que ele usa para recolher ofertas do povo”, a ação foi movida em maio de 2000 na corte superior do condado de San Diego e aceita, sendo esta a segunda ação judicial movida contra ele.
Warren diz que Cerullo se apresenta como “Dr. Cerullo”onde quer que seja, mesmo que não tenha nenhuma formação acadêmica e nem mesmo se quer merecimento para ser chamado como tal. Conta também que logo que o evangelista Jim Bakker caiu em pecado e foi condenado e enviado a uma prisão federal por fraude, ele levantou milhões de dólares para comprar suas propriedades.
Segundo ex-parceiro, que participou de muitas viagens com Cerullo, ele afirma conseguir prever o futuro e curar os enfermos. Em algumas de suas pregações o pastor afirma que ele usa expressões como “entreguem-me suas carteiras de dinheiro” e “olhem para o profeta de Deus”.
Dean Broyles, um dos procuradores de Wanrren, diz que o alvo principal de Cerullo é levantar milhões de dólares em nome de Deus para poder manter seu estilo de vida esbanjador tanto nos Estados Unidos como no além-mar.
As acusações feitas por John Paul Warren, são um tanto quanto graves:
  • “Cerullo faz muitas promessas aos seus contribuintes, promessas que ele sabe não poder cumprir. Levanta dinheiro para projetos populares, consegue contribuições, mas nunca leva adiante os projetos e fica com o dinheiro (…) mercadeja o evangelho para fins de enriquecimento pessoal”
  • Assim que assumiu a direção dos escritórios da organização de Jim Bakker, Cerullo usava status de filantropia da MCWE para ganhos pessoais. Os procuradores de Warren afirmam, segundo uma fonte, 70% da receita de Cerullo vem de atividades comerciais da organização, o que bate de frente com a atividade filantrópica que lhe dá isenção de impostos e que sempre houveram problemas dentro da organização, sendo processado por muitos de seus ex-funcionários, devido a violações dos direitos na América.
  • Também segundo os procuradores, Cerullo está impedido de pregar na televisão da Inglaterra a menos que prove que realizou todos os milagres de cura ditos e mostrados.
O prucurador Hunter Lundy, questiona as atitudes e o estilo de vida levado por Cerullo, se seria correto para um pregador do evangelho e afirma, “Cerullo vive numa mansão confortável de doze milhões de dólares na área mais cara do Rancho Santa Fé, bairro de classe alta próximo a San Diego na California. A organização MCWE possui e controla várias propriedades, carros de luxo e um jatinho particular de 50 milhões de dólares decorado com detalhes em ouro, além de outros de menor porte. Ele declarou que seus bens valem hoje mais de cem milhões de dólares”, disse.
A intenção de John Paulo Warren ao entrar com uma ação contra Dr. Morris Cerullo é alertar aos cristãos da América sobre o verdadeiro caráter de Cerullo, pois segundo ele, durante dois anos, lhe pediu que se submetesse à liderança de uma igreja para poder ser corrigido, mas Cerullo sempre rejeitou. Warren se diz testemunha ocular em primeira mão por ter viajado muito ao lado de Cerullo e então decidiu levar seu ex-chefe à Corte. Informações dizem que a corte de apelação do Estado da Califórnia declarou em 3 de janeiro de 2002 que a organização de Morris Cerullo, com base em San Diego está imune de litígios sob a Primeira Emenda, que orienta as cortes a não se envolverem em disputas internas de grupos religiosos.

Judaísmo

Morris Cerullo se considera um judeu cristão e tem presença forte entre adeptos desta religião já que também prega a teologia da prosperidade para eles sob a alegação que o dinheiro que doaram será para o trabalho missionário judeu.
Por outro lado na Europa o doutor pedia dinheiro para que panfletos fossem enviados a famílias judias afim que elas se tornassem cristãs. A atitude fez com que até o reverendo evangélico Chris Write condenasse a ação: “espiritualmente pervertida e pastoralmente desastroso”, disse.
Embora não haver nenhum processo por isso registrado contra o pregador, a grande maioria dos rabinos condena as suas pregações e o acusam de ser “anti-missionário” e ter praticas enganosas.

Problemas na Europa

Embora ser americano e hoje esteja entrando com seu ministério e produtos no Brasil, a anos o doutor já está na Europa onde inicialmente foi bem sucedido, mas hoje está envolto a polêmicas, controvérsias e até mortes.
No ano de 1991 seu programa no Reino Unido, o “Vitória com Morris Cerullo”, ganhou um aviso especial sendo exibido todas as vezes antes de ir ao ar, em destaque as emissoras que transmitiam seu programa tinham que alertar que os relatos de cura e prosperidade das pessoas que testemunhavam ali não tinham qualquer prova de veracidade, o mesmo valia para as palavras do líder evangélico. Hoje em dia nem sequer o programa é exibido na Inglaterra já que foi proibido pelos mesmos motivos de 1991.

Mortes

Cerullo é famoso por seus eventos em que após muita pregação e recolhimento de ofertas, afirma curar as pessoas. Apesar dos cartazes de pessoas levantando de cadeiras de rodas e outras demonstrações conhecidas de cura, existem vários casos de pessoas que morreram após acreditar no doutor sem igreja. Um dos casos mais famosos aconteceu nos Estados Unidos quando uma idosa chamada Audrey Reynolds parou de tomar seus remédios para epilepsia após receber a cura de Morris e acabou morrendo dias depois em sua banheira. Uma criança de quatro anos com câncer também morreu após crer no pregador.
Na Índia, em 1991, foi realizado um grande evento liderado por Morris onde reuniu cerca de 30 mil pessoas pobres e doentes, após duas horas de pregação o líder declarou cura aos adeptos e nada aconteceu, a confusão foi tamanha que membros do público subiram ao palco para desafia-lo a provar seu dom. No final, sob os gritos de “fraude” e “curandeiro”, Morris Cerullo foi expulso da Índia pela polícia e declarado “persona non grata” pelo governo.

Hoje e Brasil

O ministério do Dr. Morris Cerullo mudou, o tema agora é menos cura e mais prosperidade financeira através da Teologia da Prosperidade, a alta arrecadação de dinheiro continua. O doutor está chegando ao Brasil através do Pastor Silas Malafaia com campanhas que se dizem afim de ajudar o ministério do pastor brasileiro e abençoar financeiramente os adeptos. Os livros do pregador americano são vendidos no Brasil através das empresas de Malafaia que também o leva para seus eventos de treinamento de pastores, afim de ensina-los o que Cerullo prega.
Nas recentes campanhas que Cerullo fez com Malafaia, em todas os adeptos recebiam gratuitamente os ensinamentos do Dr. Morris Cerullo em suas casas.
Fonte: Gospel+