sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

VAZAMENTO DE ÓLEO NA BAÍA DE GUANABARA / RJ COMPLETA 1O ANOS

VAZAMENTO DE ÓLEO NA BAÍA DE GUANABARA / RJ
Completou 10 anos, no último dia 18 de janeiro, um dos maiores acidentes ambientais ocorridos no Brasil, provocado pelo vazamento de 1,293 milhões de litros de óleo in natura na Baía de Guanabara oriundo das tubulações da Reduc, mais precisamente do duto de produtos escuros (PE-2) que interliga a refinaria às instalações do Terminal da Ilha D’Água. Marcante em razão do volume de óleo despejado e da dimensão de seus impactos sobre o meio ambiente, resultou em prejuízos de toda espécie para o ecossistema da Baía de Guanabara e, por conseguinte, para toda população que dele se abastece.
O Sindipetro Caxias, à época, já havia denunciado uma falha técnica no projeto de instalação do oleoduto PE-2 à Procuradoria Regional do Trabalho, ao Ministério Público Federal, às Câmaras dos Vereadores de Rio e de Caxias, à Alerj e à Câmara Federal, em razão de um vazamento ocorrido em 10 de março de 1997, que provocou o despejo de cerca de 600 toneladas de óleo sobre uma área de manguezal situada entre as instalações da Reduc e a orla da Baía de Guanabara. No entanto, não se tem notícia de nenhuma providência tomada para responsabilizar a Petrobrás por esse acidente, ou se o dano foi reparado ou ressarcido de alguma forma.
Fonte da notícia

Foto acima: pássaro agoniza após vazamento de óleo na Baía de Guanabara/RJ, baía cuja natureza foi destruída para sempre devido a plataformas petrolíferas.

               OSTRAS CONTAMINADAS POR ÓLEO EM SANTA CATARINA


Ostras contaminadas por óleo: sendo Florianópolis e Grande Florianópolis as principais produtoras do país, o que sobrará para a maricultura?
 A forte seca que castigou o norte do Brasil em 2009 está preocupando cada vez mais a população.

    SECA NA AMAZÔNIA EM 2009


Em algumas regiões a quantidade de peixes mortos foi tão grande que as pessoas precisam usar panos molhados como máscara para diminuir o odor.

ESTIAGEM NA ILHA DE MARAJÓ PROVOCA MORTE DOS REBANHOS EM 2009


        DESERTIFICAÇÃO NO BRASIL DESDE A DÉCADA DE 40
Os governantes, de um modo geral, preferem que a economia cresça à diminuir a destruição ambiental.
O processo de desertificação em Gilbués, por exemplo, teve início na década de 40.
No Nordeste brasileiro existem quatro núcleos de desertificação: Gilbués, no Piauí; Cabrobó, em Pernambuco; Seridó, no Rio Grande do Norte; e Irauçuba, no Ceará. No Brasil, outras regiões são afetadas pela seca e desertificação. Além do Nordeste, já foram atingidas áreas dos Estados de Minas Gerais e Espírito Santo.
No Piauí, o problema foi constatado há muitos anos, mas somente a partir de 2003 teve início um trabalho de recuperação daquela área. Nesse mesmo ano, o Governo do Estado, através da Semar, assinou convênio com a Fundação Agente para implantação do Nuperade, uma iniciativa que apresenta resultados positivos. “O Nuperade nasceu como um ato inédito do atual governo, uma vez que o processo de degradação ambiental na grande região de Gilbués data de muito tempo, sem que nenhum governo passado tenha feito algo de concreto, razão pela qual o processo de desertificação se encontra em estado avançado”, ressalta o secretário de Meio Ambiente e Recursos Naturais do Piauí, Dalton Macambira.
"A problemática na região é entendida pelos ambientalistas como impasse ambiental (...)
                                   PARA REFLETIXÃO
Porque sabemos que toda a criação, a um só tempo, geme e suporta angústias até agora. Romanos 8:22
Não se entristeça completamente porque o nosso planeta está sendo devastado, horas por desastres naturais, hora por culpa do homem cuja ganância sobrepuja a consciência.

Leia a a bíblia no livo de João cap. 14 - 6
Não se turbe o vosso coração; credes em Deus, crede também em mim.
Na casa de meu Pai há muitas moradas; se não fosse assim, eu vo-lo teria dito; vou preparar-vos lugar.
E, se eu for e vos preparar lugar, virei outra vez, e vos levarei para mim mesmo, para que onde eu estiver estejais vós também.
E para onde eu vou vós conheceis o caminho.
Disse-lhe Tomé: Senhor, não sabemos para onde vais; e como podemos saber o caminho?
Respondeu-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim.

Um comentário:

  1. opresitente e um ladrao nao quer pagar o pescadores que passarao fome gondo ove este acidente eu estou esperando o meu beneficio

    ResponderExcluir

DEIXE SUA MENSAGEM AQUI