terça-feira, 30 de novembro de 2010

SER CRISTÃO NO SÉCULO XXI

O desafio de ser cristão no século XXI é grandioso, temos pregadores demais, com mensagens de menos, cada um com sua visão tentando tornar seu nome célebre construir grandes ministérios, realizar sinais e prodígios... (Gênesis 11,1-9)
Se esses ministérios estiverem firmados na areia não subsistirão... Não sou eu que estou dizendo isso, a bíblia é clara. “Portanto, quem ouve essas minhas palavras e as põe em prática, é como o homem prudente que construiu sua casa sobre a rocha. Caiu a chuva, vieram as enxurradas, os ventos sopraram com força contra a casa, mas ela não caiu, porque fora construída sobre a rocha. Por outro lado, quem ouve essas minhas palavras e não as põe em prática, é como o homem sem juízo, que construiu sua casa sobre a areia. Caiu a chuva, vieram as enxurradas, os ventos sopraram com força contra a casa, e ela caiu, e a sua ruína foi completa!” - Jesus (Mateus, 7,24).
Usa-se a retórica e oratória nos dias de hoje para conseguir fieis, carisma sem caráter não basta... A indústria do gospel se alastra, Deus é mais “vendável que Coca cola” dizem os não cristãos que presenciam os abusos cometidos em nome da fé não só no Brasil, mas em todo o mundo.
A igreja evangélica está sendo difundida no mundo atual como aquela que “arranca o dinheiro das pessoas”, graças aos pregadores da teologia da prosperidade, embalados por torpe ganância, hoje muitos deles estão enfrentado os tribunais seja por ter que devolver valores aos fieis, ou porque seus triunfalismo não salvou seu casamento, por isso, tem que rachar o patrimônio com a ex- esposa...
Sem falar que tudo precisa ser mega, mega igrejas, mega ministérios, mega aviões, mega carrões, como tudo é mega, temos os também, mega escândalos, esses, tem o propósito de envergonhar o cristianismo e entristecer cristãos desavisados que adoram a criatura ao invés do Criador...
Aqueles que tiraram Cristo, o alvo principal do foco de suas vidas e no lugar dele colocou homens por causa de eloqüência, vozes, gritos, unção, sinais estão agora comendo o fruto amargo da decepção.

No mundo atual globalizado e interligado, todos sabem tudo sobre todos, o tempo todo.
Outro dia uma senhora falava com alguém que conheço o quanto ficara indignada de chegar num hotel 5 estrelas e encontrar certo pregador e sua equipe tomando café da manhã, enfatizou que pensava que ele se hospedasse num local mais modesto, já que pede ofertas para custear a obra de Deus... Se eu estivesse por perto dela teria dito o seguinte: A senhora acha mesmo que ele vai viajar todas as capitais brasileiras pedindo dinheiro e depois dormir numa espelunca? Acredita mesmo que ele está pedindo para fazer a obra de Deus? Não seria para sua própria obra e assim tornar seu nome celebre? Porque nunca ouvi falar que sequer um missionário que seja sustentado por suas ofertas.
Milhões vão às igrejas nos dias de hoje em busca de bênçãos correm de um lado para outro, como se ainda vivessem no tempo da ignorância... talvez ainda vivam e nem saibam.
 E SERÁ que, se ouvires a voz do SENHOR teu Deus, tendo cuidado de guardar todos os seus mandamentos que eu hoje te ordeno, o SENHOR teu Deus te exaltará sobre todas as nações da terra. E todas estas bênçãos virão sobre ti e te alcançarão, quando ouvires a voz do SENHOR teu Deus. (Deuteronõnio28:1,2)
 Não corra atrás de bençãos, apenas obedeça a palavra de Jesus Cristo!

sábado, 13 de novembro de 2010

CASAL LEVA CIDADANIA AO SERTÃO

CASAL LEVA CIDADANIA AO SERTÃO

O vídeo não está mais disponível no portal da TV globo, atendendo centenas de pedidos está postado no you tube. Obrigada a Marcos Filho a Patrícia pelo empenho em editar!



quinta-feira, 11 de novembro de 2010

UMBANDISTAS ATACAM EVANGÉLICOS NO RIO GRANDE DO SUL

Um Evangélico morre esfaqueado e outro fica ferido em Sapucaia do Sul RS 
Quinta feira, 11 de Novembro de 2010 08:30 - Sapucaia do Sul - Cinco pessoas armadas com facas atacaram um grupo de evangélicos que orava em um morro de Sapucaia do Sul no início da madrugada desta quinta-feira.
De acordo com a Brigada Militar, os responsáveis pelo ataque seriam adeptos de uma religião de origem africana e chegaram ao local em um Gol para fazer uma espécie de oferenda.
Oito evangélicos realizavam um retiro de orações, em uma reserva ambiental particular, quando um carro com cinco praticantes de uma religião de origem africana chegou ao local. Eles queriam fazer rituais e oferendas no mesmo lugar. As diferenças religiosas acabaram se transformando em uma briga. O fiel da igreja Deus é Amor, Nilton Rodrigues, de 34 anos, levou uma facada no pescoço e morreu na hora. Um pastor também ficou ferido e está internado em estado grave. Outro integrante do grupo evangélico, João Carlos Oliveira, de 63 anos, sofreu ferimentos e foi encaminhado ao Hospital Getúlio Vargas em estado grave. A polícia ainda não tem suspeitos do crime. De acordo com testemunhas, três homens e duas mulheres seriam os autores do ataque.
Ainda segundo a polícia, as testemunhas também afirmaram que as cinco pessoas eram membros de um templo de umbanda local.
Possivelmente ninguém será preso, se fosse o evangélico que tivesse matado um dos integrantes da umbanda (religião AFRO) já estaria na cadeia com destaque em todos os jornais em letras garrafais. O Preconceito contra  os evangélicos em um pais tido como laico é absurdo!
LEIA A NOTÍCIA NA FONTE

segunda-feira, 1 de novembro de 2010

O PNDH-3 - VERGONHA - RETROCESSO - O BRASIL NA ERA DAS TREVAS


Se houvesse efetivo compromisso de nosso governo com democracia e direitos humanos, seus representantes não se posicionariam contra quaisquer decisões da ONU que reprovem a situação de países como Cuba e China. Méritos inquestionáveis a Reinaldo Azevedo, o primeiro jornalista a ler a imensa tralha de ponta a ponta. Até que ele postasse a primeira denúncia pública sobre seu verdadeiro conteúdo, a mídia nacional já escrevera bastante sobre o Programa Nacional de Direitos Humanos (codinome PNDH-3) sem o haver analisado. Durante quase três semanas as matérias versavam sobre a proposta de investigação dos crimes de tortura e a "busca da verdade histórica da repressão" - vale dizer, o que constara dos releases oficiais. Mas Reinaldo descobriu que esse específico tema era uma pequena marola no tsunami concebido para varrer o ordenamento jurídico e institucional do país, transformando-o num território subordinado à engenharia social e política petista.
Fiz o mesmo, então. Li tudo. São 41 páginas em letra corpo 8 praticamente inacessível a uma pessoa com visão normal. Posto em corpo 11, letra de gente, a peça saltou para 76 páginas! Seu coordenador foi o ministro Paulo Vannuchi. Ele comanda a Secretaria Especial de Direitos Humanos da Presidência da República, setor do governo que, há coisa de quatro anos, sob direção anterior de Nilmário Miranda, respondeu pela edição da famosa "Cartilha do Politicamente Correto". Para quem não lembra, esse outro documento visava a banir do vocabulário nacional o uso de inúmeras palavras tais como veado, funcionário público, comunista, homossexualismo, sapatão, negro, palhaço e até farinha do mesmo saco.
Agora, Paulo Vannuchi brinda-nos com algo infinitamente mais pretensioso. Quer desfigurar a democracia representativa, o poder judiciário, o direito de propriedade, a religiosidade popular, a cultura nacional, a família e a liberdade de imprensa. Numa tacada, pretende liberar o aborto, mudar para pior o Estatuto do Índio, autorizar a adoção de filhos por casais homossexuais, valorizar a prostituição e se intrometer em temas que vão da transgenia à nanotecnologia e do financiamento público das campanhas eleitorais à taxação de grandes fortunas.
Que dirão os eternos defensores do indefensável? Alegarão que Lula não sabia de nada? Que desconhecia o conteúdo do decreto assinado por todo seu governo? Impossível admitir como verdadeira tal alegação porque Lula participou do ato de lançamento do programa, fez um enorme discurso e afirmou que o PNDH-3 era "resultado da maturação democrática da sociedade brasileira". E a ministra Dilma (que, por dever de ofício deve ler tudo que leva para o presidente assinar) está deixando claro a que pretende vir, se lhe permitirem chegar. Ela também conhecia o conteúdo daquela maçaroca. Ambos sabiam o que estavam enaltecendo em seus emocionados discursos no dia 21 de dezembro.
O PNDH-3 é uma ladainha em que direitos humanos e democracia fazem o estribilho, mas tudo vai em direção oposta por uma simples razão: seus objetivos reais, do primeiro ao último, são todos partidários. Se houvesse efetivo compromisso de nosso governo com democracia e direitos humanos, seus representantes não se posicionariam contra quaisquer decisões da ONU que reprovem a situação de países como Cuba e China.
Por fim, todo o auê em torno da "verdade" e da "memória histórica" é uma tentativa de tomar conta de um discurso que serviu muito bem ao crescimento da esquerda: a tal luta pela democracia, com a qual o PT nada teve a ver porque sequer existia quando tudo começou e porque era insignificante quando tudo terminou (o PT saiu do pleito de 1986 com apenas 16 deputados federais). Como o discurso da ética foi para o saco há muito tempo, o partido trata, agora, de se apropriar desse. E nada melhor do que criar um conflito para dominar um dos lados do tabuleiro.
Percival Puggina
LEIA NA FONTE