quinta-feira, 29 de julho de 2010

HELEN BERHANE, PRISIONEIRA DENTRO DE UM CONTEINER

Helen Berhane estava entre os 2 mil presos membros de igrejas evangélicas proibidas na Eritréia, incluindo a dela, a Igreja Rema, que foi submetida à perseguição sistemática por parte do governo eritreu nos últimos quatro anos.
A cantora, de 31 anos, passou a maior parte do tempo de sua prisão em condições desumanas e degradantes, dentro de um contêiner de metal que era usado como cela. As autoridades, segundo relatos, torturaram Helen várias vezes para fazê-la renunciar à sua fé.
Em outubro de 2006, ela deu entrada em um hospital de Asmara, em conseqüência de novas agressões. Depois de sair do hospital, ela foi mandada de volta para a prisão. Helen foi libertada no final de outubro, mas estaria confinada a uma cadeira de rodas em virtude dos sucessivos ferimentos sofridos nos pés e nas pernas. Ela se recusou a abandonar sua fé, apesar das ameaças e dos maus-tratos.
Preocupação continua
A Anistia Internacional exige que o governo da Eritréia respeite sua Constituição e suas obrigações para com as leis internacionais de respeito à liberdade e à liberdade de religião, contra detenções arbitrárias, em que presos são mantidos incomunicáveis e submetidos a torturas e outros tipos de tratamento cruel, desumano e degradante.
Apesar da libertação de Helen Berhane, a Anistia Internacional permanece preocupada pelo fato de que a perseguição sistemática a pessoas por causa da religião continue a acontecer na Eritréia.
Entre 15 e 16 de outubro, mais de 150 homens, mulheres e crianças, membros das igrejas Kale Hiwot (Palavra de Deus), Evangelho Pleno, Deus Vivo e Rema foram presos em suas casas na cidade de Mendefera, 50 quilômetros ao sul da capital Asmara (leia mais). Doze membros da Igreja Rema também foram presos em Adi-Quala, mais ao sul, por realizar cultos em casa. Dois deles, Immanuel Andegergesh e Kibrom Firemichael, segundo relatos, morreram em um campo militar próximo em decorrência de tortura (leia mais).
Além disso, existem registros de que adeptos de outros grupos religiosos estão sendo mantidos presos incomunicáveis por tempo indeterminado, sem acusação ou julgamento. Entre eles estão três testemunhas de Jeová, detidos há 12 anos por se recusarem a prestar o serviço militar, e dezenas de membros de grupos dissidentes das denominações oficiais Igreja Ortodoxa e Conselho Muçulmano.
Perseguição intensa
Desde 2002, apenas as igrejas cristãs Ortodoxa, Católica e Luterana, além do islã, receberam permissão para operar na Eritréia. Membros de cerca de 35 igrejas evangélicas enfrentam perseguição intensa, mesmo com a liberdade religiosa sendo uma garantia na Constituição Eritréia.
Estima-se que 2 mil membros de igrejas menores, incluindo 20 pastores, estão detidos atualmente. Os presos são mantidos incomunicáveis, em condições cruéis, sem acusação ou julgamento. Eles são presos em delegacias primeiramente, e depois mandados para campos militares e prisões de segurança em diferentes partes do país, incluindo o principal centro de treinamento militar em Sawa.


Alguns detidos são mantidos em contêineres de metal e prisões clandestinas. Vários presos adoecem gravemente e é raro que recebam tratamento médico adequado. Eles são torturados sistematicamente, sendo espancados e mantidos amarrados em posições dolorosas, numa tentativa de fazê-los parar de adorar e de renunciar à sua fé.
Fonte: Portas Abertas

terça-feira, 27 de julho de 2010

94% DOS PROTESTANTES CONCORDAM EM LEGALIZAR O ABORTO?

 Vou relembrar, no caso de termos esquecido um artigo que tive o desprazer de ler  no Jornal do Jornal do comercio de Recife em maio de 2008.
Vejo que o Brasil está avançando para legalização do aborto, para agradar instituições que não vem ao caso citar aqui quais são...
O artigo era sobre o aborto e as religiões, assinado por Amaury Medeiros, membro da academia Pernambucana de medicina.( Ele ainda carrega meu sobrenome, ufa!) afirmou que a maioria dos protestantes reconhece o aborto como escolha legitima da mulher...
Vivemos a era do pluralismo, quase sem verdades absolutas. Há outros colunistas afirmando que 94% dos protestantes são a favor do aborto em revistas de circulação semanais e de alcance nacional. Isso é uma das maiores mentiras já escrita e repetida. Minha avó materna dizia que papel em branco aceita qualquer coisa!
Cadê cristãos defensores da ética e dos principios cristãos dessa nação?
Ultimamente é tanta gente colocando palavras na boca dos cristãos e protestantes, a respeito de aborto, de eutanásia, etc.. não citam nem as suas fontes. A maioria dos protestantes desse país não concordam com a legalização do aborto! Existem excelentes métodos contraceptivos, porque não usá-los preventivamente? Qual é a real necessidade de fazer a mulher passar por uma experiência traumática como o aborto Se existe diversos métodos contraceptivos eficazes?
O baixo grau de escolaridade e criminalidade está ligado diretamente aos filhos de mães solteiras.
Aborto - Crime viloento
A solução seria, ao invés de legalizar o aborto, um crime contra um ser indefeso. Realizar campanhas de sensibilização e um planejamento familiar sério com mães solteiras. Diminuir a erotização das crianças, fiscalizando certas mídias o fazem sem nenhum pudor, Incentivar a educação de qualidade.
Certamente os profissionais da saúde, não realizarão o aborto gratuitamente. Certo? Existe um alto lucro e outros interesses por trás de todo um discurso bem elaborado, dizendo proteger a vida da mulher.
convivo com famílias em situação de risco social, e não poucas adolescentes que fizeram aborto se sentem culpadas, enfrentam a depressão e rejeição da família e mesmo da sociedade que se diz tão compreensiva.
O sistema único de saúde também vai pagar tratamento psicológico para essas adolescentes? Isso resolverá o problema do sentimento de culpa intrínseco em suas mentes?
Vão obrigar as mentes em formação matar o senso de certo e errado que existe dentro de si?

terça-feira, 20 de julho de 2010

ESTE TEXTO NÃO FOI TIRADO DE NENHUM POEMA

Depoimento recebido de um casal que amamos muito e servem ao Senhor em Esteio / RS.
Paz, queridos.

Sabe tenho pensado muito sobre vocês ai no campo...
Mas falando sério tenho comentado com as pessoas ao meu redor que Deus sempre envia o melhor para nós, assim como Ele enviou Jesus, e a cada dia antes de acordarmos Ele já preparou o melhor.
Vocês aí onde estão são o melhor de Deus. Ele separou e preparou cada um para fazer o que esta fazendo agora, mesmo que você pense, que não sei o que você esta fazendo Deus sabe e Ele sabia das tuas limitações, fraquezas, desejos, sonhos e tudo mais.
Pois foste separado para estar neste lugar hoje.
... saibam que eu gostaria de estar ai.
Mas tenho visto os frutos por aqui e estamos felizes por cada conquista que temos passado, pois vocês fazem parte delas também, tudo que Deus tem nos dado aqui e fruto do que semeamos juntos.
Os testemunhos e a disposição de vocês nos motivam a andar.
Falei antes em crescimento, não importam o que os outros pensem sobre vocês se são loucos, se estão matando os sonhos de sua família para mim vocês são gigantes, mulheres e homens valorosos como diz em Hebreus. 11 pessoas nas quais o mundo não era digno.
Tudo isso, pois vocês encaram o reino de Deus superior a suas ambições pessoais.
Este texto não foi tirado de nenhum poema, ou de qualquer outro lugar a não ser do coração de Deus para expressar aquilo que sinto por vocês.
Continuamos orando por vocês, fiquem firmes.
Deus abençoe.
Welby e Família

sexta-feira, 16 de julho de 2010

LISTA DE FRAUDES EVOLUCIONISTAS

Charles Dawson (1864 – agosto de 1916) foi um arqueólogo, paleontólogo e geólogo amador britânico. Ficou conhecido pela "descoberta" do Homem de Piltdown ("Eoanthropus dawsoni").
Além de advogado, seu passatempo predileto era coletar fósseis no litoral da Grã-Bretanha. Descobriu uma importante coleção de fósseis, entre eles uma espécie de iguanodonte, que dou ao Museu Britânico. Com 21 anos tornou-se membro da Sociedade Geológica de Londres e correspondente do Museu de História Natural de Londres.
Logo depois, um trabalhador mostrou-lhe fragmentos de ossos avermelhados que encontrou misturado com cascalhos em Piltdown, um vilarejo perto de Uckfield, East Sussex, que Dawson reconheceu ser de um crânio humano. Durante os próximos três anos escavou o local da descoberta e encontrou fragmentos suplementares. Em fevereiro de 1912, anunciou ao paleontólogo Arthur Smith Woodward (1864-1944), então presidente da Associação Geológica e Curador do Museu, a descoberta dos fragmentos de um crânio humano particularmente diferente e interessante. Embora os fragmentos do crânio apresentassem uma forma moderna, os restos de animais fossilizados encontrados no mesmo local estimavam que o sítio apresentasse a idade de um milhão de anos.
Em junho, Charles Dawson, Arthur Smith Woodward e Teilhard de Chardin (1881-1955) encontraram novos fragmentos de crânios e a metade direita de um maxilar com dois dentes. O maxilar tinha características de origem simiana, porém os dois molares tinham características comuns aos humanos e inédita nos macacos. Como resultado, associaram o crânio humano com o maxilar símio considerando que se tratava de um homem primitivo, que passou a ser conhecido como Homem de Piltdown batizado de "Eoanthropus dawsoni" em homenagem a Dawson.
Os fragmentos de crânio e a mandíbula foram montados e, em 1912, o primeiro trabalho sobre a descoberta do homem primitivo foi divulgado. Em 1920, Teilhard de Chardin declarou que participou da descoberta e considerou que os fragmentos do crânio e a mandíbula eram de seres diferentes. Em 1949, a moderna datação de fósseis determinou que o achado não tinha mais de 50.000 anos, o que tornava impossível ser de um animal pré-humano.
A significância do espécime permaneceu objeto de controvérsia até que foi declarada em 1953 como uma suposta fraude, consistindo da mandíbula inferior de um símio combinada com o crânio de um homem moderno, totalmente desenvolvido. Foi sugerido que a fraude havia sido obra da pessoa tida como sua descobridora, Charles Dawson.
                                   LISTA DE FRAUDES EVOLUCIONISTAS
Eles são incansáveis em mostrar a cada dia "novas provas da evolução"; perderam a guerra, ninguém mais aceita essa teoria como verdade. Na verdade nem eles, (cientistas evolucionistas) acreditam nessa mentira, na ausência de provas concretas, sucessivas fraudes são apresentadas, na tentativa de fazer verdade um mentira.
                                 A VERDADE QUE INCOMODA
1- O Período Cambriano? (Nenhuma forma transicional) 2- O Homem de Nebraska? (fraude) Ele teve vida e fama científica muito curta. Cinco anos depois da descoberta, melhores análises tendo sido realizadas, ficou provado que o “Nebraska Man” não era de modo algum um ser intermediário entre o macaco e o homem. Era simplesmente um fóssil de uma espécie de porco! (Cfr. D. T. Gish, op. cit. pp. 187-188).
3- O homem de Piltdown? (fraude),O Homem de Piltdown, Em 1912 o paleontólogo inglês Charles Dawson, foi uma fraude paleontológica aceita pela comunidade científica por mais de 40 anos. Foi encontrado na Grã-Bretanha (Pitdown, Sussex, 1912), por Charles Dawson.
4- O homem de Java? (fraude) O primeiro fóssil humano fraudulento apresentado como prova da evolução, e até hoje tido como autêntico por muitos autores, foi o famoso Homem de Java, também, chamado de Pithecanthropos Erectus (macaco-homem ereto).
5- O homem de Pequim? (fraude ou muito supeita) Um quarto fóssil, que até hoje é considerado autêntico, embora tenha uma história quase tão misteriosa e rocambolesca quanto o Homem de Piltdown -- inclusive também com a presença da suspeitíssima figura do jesuíta Teilhard de Chardin -- é o “Sinanthropus Pekinensis” ou Homem de Pequim.
O ser humano foi criado por Deus, O homem é distinto dos animais em vários apectos.
O homem foi feito à imagem e semelhança de Deus
O homem tem responsabilidade moral
O homem é espiritual, se relaciona com o Criador
O homem dará conta a Deus um dia e certamente o reconhecimento de Deus como Criador é o começo de um relacionamento honesto com Ele. Não deixe que a seita da evolução roube isso de você, pois no dia do Juízo nenhum evolucionista vai estar lá para ajudá-lo!
Só Jesus Cristo , o Homem-Deus pode ser o seu mediador!

quinta-feira, 15 de julho de 2010

TEMOS UM PRAZO DE VALIDADE



O maior favor que alguém pode fazer a uma semente é sepultá-la. Jesus foi a fagulha que nasceu entre os animais, cresceu numa região desprezada, foi silenciado pela cruz, mas incendiou a história humana. (Augusto Cury)
Deus disse através de sua palavra, que o evangelho seria pregado em todo o mundo...
Ele tem usado pessoas que sente a urgência de anunciar esse evangelho...
Talvez alguém olhe os vídeos e diga, então porque essas pessoas morreram, se estavam anunciando o evangelho? Se um grão de milho cair na terra e não morrer, ficará só... se morrer... sabes quantos grãos possui uma espiga? (Leia Bíblia, o livro de João cap 12: 24) - Outros olharão seu exemplo e seguirão fazendo o mesmo...


O vídeo acima é da Andressa, (Missionária teen) garota pelotense de 14 anos que faleceu em um acidente de carro. Deixou seu exemplo de dedicação. Ela acreditava na causa, ela sentia necessidade de compartilhar o que aprendeu sobre Cristo com outras pessoas.

DEUS SABE O QUE FAZ
(Trecho de um texto publicado no seu Blog) Clique e leia.
Escrevo esta carta para todos, fortalecida e renovada a cada dia, grata pelo grande privilegio de passar por esta tribulação.
Tenho declarado que meu amor e devoção pelo Senhor tem se fortalecido, tenho a certeza de seu grande amor por minha vida.
Senhor tu me amas tanto que me escolheu para vencer esta grande luta.
Nunca pedi a cura para Deus, por que tenho certeza que lá na cruz quando Ele foi crucificado ele já sabia em sua infinita sabedoria que estava ali por minha enfermidade, e o preço já foi pago, por isso sou curada.
Tenho buscado sim com mais angustia e fervor, entender sua vontade, e nun momento de muita angustia, pois minha alma durante uns dias quis se abater e na madrugada , quando me enviaram para UTI, onde tive que estar sozinha, ligada nas maquinas, totalmente dependente das enfermeiras para tudo (...)
Eu só conseguia dizer: Deus eu ainda te amo! Eu te amo mais! Eu sempre vou te amar.!!!
Hoje, já estou no quarto no isolamento para continuar as quimioterapias, e todos os dias tem exames e dores, injeções, as enfermeiras dizem: ai, Milene hoje onde te dói mais , e eu digo nada me dói, sei que ainda terei tratamentos fortes, quimioterapia local na medula, e nada disso pode abalar minha alma, mente e corpo.
Sei que cada ano que passa gostaríamos de olhar para traz e concluir que tudo foi maravilhoso. Alguns anos são mais difíceis que os outros, especialmente quando acontecem problemas na área da saúde, se perde um ente querido e outras coisas. Nossa vontade e que Deus fizesse estes problemas desaparecer, ou melhor, que Deus fizesse nossa vontade. Ha certas circunstâncias e alguns acontecimentos que podem nos parecer incompreensíveis inicialmente, mas, mais tarde, identificamos a mão amoroso de Deus naquela situação. Ele nos ama e quer o melhor para nós. O Senhor também nos oferece um consolo inestimável, que é a vida eterna em Cristo Jesus. Muitas vezes não conseguimos compreender a soberania de Deus, mas, podemos confiar em suas próprias palavras, quando diz: Só eu conheço os planos que tenho para vocês: prosperidade não desgraça e um futuro cheio de esperança. Sou eu, o senhor quem está falando. (Romanos 11.33)
Por isso, podemos louvá-lo em todos os momentos....
... Te dou minha devoção minhas horas baixo do sol, meus planos para hoje, meus passos seguiram os teus a onde eu estiver fazendo tua vontade. Nada eu mudaria, quero estar assim, morrendo cada dia para ver te em mim, enches meus passos enche minha vida, cresça assim todos os dias quero ser um reflexo do teu amor.
Meus pés te levarão a onde eu for rendida estou, nada eu mudaria...
Sei que tu me olhas, teu coração bate dentro do meu, é como quero viver, ao conhecer teu coração, meu mundo se torna tão pequeno, minha vida toma sentido, todos os problemas eu esqueço. Eu de ti não tenho vergonha, fora das igrejas e da religião, entre tantas pessoas que andam com tantas necessidades, quero falar com os desconhecidos quero levar-te por todas regiões, não existe paredes que podem te esconder, seja o centro da minha atenção meu ponto de referência, estando consciente da tua presença.
Meu amigo tu sempre serás, comigo tu sempre estarás...
Tua querida Menina dos olhos...
Milene Bandeira, missionária Pelotense, que servia ao Senhor junto com seu esposo, Zaquel na Colômbia. Acometida de Leucemia.
Milene e Zaquel, (Colombia) Ronaldo e Joana D´arc, (Nordeste) Jesssé e Muriel, (Inglaterra) Cassia (sandro), (Índia) Mirian Pinheiro (Curitiba).
Saímos de Pelotas, no Rio grande do Sul, todos da mesma cidade e igreja, para anunciar o evangelho de Cristo.
Que morramos que vivamos, seja para a Glória de Deus!

terça-feira, 13 de julho de 2010

SOMOS LIVRES, SOMOS EGOÍSTAS

Somos livres, porém tão egoístas e acomodados...
Desde meados da década de 90 quando tive oportunidade de ler o livro o “Contrabandista de Deus” sobre a história de um jovem chamado André que levava remessas de bíblias eu carro para os países onde o cristianismo era perseguido... Sabia que era um homem corajoso e obstinado. Outrora um jovem soldado, sem interesse pelo evangelho, depois um verdadeiro exemplo. Portas abertas tem sido instrumento de Deus para nos mostrar que Alice no país das maravilhas é apenas um conto de “fadas”.

segunda-feira, 12 de julho de 2010

O SINCRETISMO RELIGIOSO NA VIDA DOS SERTANEJOS.

Em julho de 2010 estive na região do Seridó mais uma vez, Participei do PES (projeto de evangelização do Sertão) junto com o Sal da Terra e a igreja Batista de Jardim do Seridó /RN Tivemos a oportunidade de visitar as famílias em Caatinga Grande, um povoado sem presença evangélica no interior dessa região estranhamente mística... Onde o animismo e sincretismo religioso fazem parte da vida dos sertanejos. CLICK AQUI E CONHEÇA O MINISTÉRIO DO Pr SILVANI
O Alvo do Pr. Silvani e a Missionária Socorro com o PES é a Plantação de uma igreja na comunidade de caatinga Grande.
Foi emocionante participar de um projeto naquela região... Foi em Carnaúba dos Dantas que nasceu meus avôs paternos. Vim se uma família extremamente devotada às romarias em no monte do galo... Aos 10 anos meus cabelos ficaram lá aos pés da “santa” como pagamento de uma promessa (...). Hoje sou uma nova criatura!!
Estive lá não como romeira, mas, como alguém que conheceu o verdadeiro Deus e agora carrega no coração a missão de compartilhar as Boas Novas com os sertanejos.
O pastor Silvani ficou 12 anos em Carnaúba dos Dantas, a frente da Igreja Batista e plantando novas igrejas na região. Conhecer esse servo e sua família que há tantos anos estão servindo ao Senhor na região do Seridó foi um privilégio.

LEIA O CAP 10 DO LIVRO DO PROFETA JEREMIAS!
Leia a reportagem abaixo...
O Monte do Galo atrai anualmente milhares de romeiros.


“ Para que não vos corrompais e vos façais alguma imagem esculpida na forma de ídolo, [...] semelhança de algum animal que há na terra, semelhança de algum volátil que voa pelos céus” (Deuteronômio 4.16-17).
A história que vou narrar é coisa de nordestino escaldado pelo sol, sertanejo trabalhador, gente simples, cabra-da-peste e iludido pela igreja da maioria.
Conheço muitas cidades do interior nordestino e a maioria tem uma igreja católica na praça central e um cruzeiro no monte mais alto. É nossa herança portuguesa que vem dos tempos das caravelas.
Além dos cruzeiros, visitei nos topos dos montes em Juazeiro do Norte, no Ceará, e Guarabira, na Paraíba, monumentais estátuas, respectivamente do padre Cícero Romão Batista (veja o artigo Uma Viagem ao Caldeirão da Idolatria) e do frei Damião (veja o artigo Misericórdia! Querem Canonizar o Frei Damião). Esses homens tornaram-se verdadeiros “santos milagreiros” para os católicos nordestinos. No entanto, o querido pastor Josenildo Virgolino, que tem um ministério em áreas inóspitas do nosso sertão, certa ocasião me falou que deveria conhecer a pequena cidade de Carnaúba dos Dantas, no Rio Grande do Norte, pois lá os potiguares adoravam algo diferente sobre o monte principal – um galo! Fiquei curioso e indaguei: “Ôxente? Adoram um galo?” Pensei com meus botões: isso é coisa mais para a Índia do que para o Brasil. Entrei em devaneio: “Será que temos uma conexão secreta indiana em pleno interior nordestino?”
Passei mais de um ano, sempre que tinha uma folguinha, estudando sobre essa cidade e me programei para conhecer aquela paragem na semana dita “santa” de 2006. No dia programado, imprimi da internet um mapa rodoviário daquela localidade, arrumei minha mochila, sem esquecer de incluir a máquina fotográfica digital do meu filho Renato e fui com Marcos Nunes, um irmão em Cristo, passar três dias na Região do Seridó, conferindo os fatos.
Viajamos mais de 500 quilômetros, do Recife a Carnaúba dos Dantas, e nos hospedamos na Pousada Água Doce, oficialmente a única no povoado. A reserva foi feita na base do “deixar recado”, já que a pousada não tem linha telefônica e internet ali é bicho de sete cabeças. Deixei o recado ao telefone da prefeitura, a prefeitura mandou alguém andando até a hospedaria e depois de uma semana liguei novamente para a prefeitura e me confirmaram a reserva de um quarto duplo. Nessas bandas do sertão do Seridó, a palavra do homem ainda vale tanto quanto um documento autenticado em cartório. Tudo saiu a contento.
A pousada é um casarão mimoso e aconchegante com sete quartos forrados a gesso. Cada quarto com um ventilador em cima de uma cômoda, com banheiro sem chuveiro elétrico (e quem precisa de água quente nesse sertão?). Nem o calor de lascar, a falta de ar-condicionado e a ausência de frigobar me incomodaram. Estava feliz por estar ali, pois essa hospedagem fica localizada bem aos pés do Monte do Galo, exatamente onde queria estar, no fuzuê da romaria.
É uma pena que apenas poucos brasileiros conheçam essa região, cercada de serras, ao sul do Rio Grande do Norte, a 227 quilômetros da capital Natal. É uma cidade cercada de uma paisagem encantadora, rica em belezas naturais, com menos de 7.000 habitantes, onde quase todos são parentes e se conhecem bem.
O município possui dezenas de sítios arqueológicos catalogados com suas pinturas rupestres e isso tem atraído algumas universidades nordestinas que ali fazem pesquisas.


Lá existe a Serra das Rajadas com fontes de água no seu sopé. Conta-se a lenda que um carneiro dourado salta do cume da Serra das Rajadas para a Serra do Marimbondo e que existe um tesouro incrustado na serra.
Marcos Nunes na Pedra do Dinheiro.
Há também a Pedra do Dinheiro. Diz a lenda que os antigos moradores da região viam, à noite, um carneiro de ouro encantado no topo da Pedra e que ao redor dela há várias botijas de ouro enterradas. Fui até lá, mas devo ter chegado atrasado, pois não encontrei nenhuma botija para levar comigo.
No entanto, o monte mais famoso é o antigo “Serrote Grande”, que depois passou a ser chamado “Serrote do Galo” e hoje “Monte do Galo”, com “santuário” fundado em 1927. Conta-se várias histórias sobre esse monte. Uma delas registra que há muito tempo vaqueiros, tropeiros e viajantes que passavam por essas bandas ouviam o estridente canto de um galo vindo do topo do “Serrote Grande”. Isso os deixava assustados, pois ali não havia casas e nem habitantes. Algum tempo depois, pulou uma cabra do cume do Serrote, desaparecida há uma semana, sem sofrer qualquer dano em conseqüência da queda. Essa história do canto do galo e do salto da cabra passaram a disseminar-se pela região e, assim, devotos começaram a considerá-lo um “monte santo”.

Uma nova trindade no“santo” Monte do Galo
É bom repetir que o nome do monte é do “Galo” e não da “Santa”.
O autor iniciando a subida da rampa de acesso ao Monte do Galo (ao fundo).
Marcos Nunes e eu subimos o monte, juntamente com centenas de romeiros, às 09h20min da manhã ensolarada da sexta-feira da paixão. É uma infra-estrutura bem montada com uma rampa, com piso cimentado, de mais ou menos um quilômetro, que vai tornando-se cada vez mais íngreme à medida que nos aproximamos do topo.
Ao longo da rampa, do lado direito ficam as estações da via sacra católica com locais para os fiéis depositarem suas ofertas. Do lado esquerdo, terços, artesanatos, santinhos, blusas, bonés, água mineral, entre outras bugigangas, estão à venda nas barracas. O artesanato mais comum é uma réplica em miniatura do topo do monte, em madeira, com o “Galo”, Jesus crucificado e “Nossa Senhora das Vitórias”: uma nova trindade católica potiguar.
Quando a rampa termina, é necessário enfrentar dois lances de escadas com dezenas de degraus (e haja fôlego!) que culminam diante de três estruturas: à nossa esquerda temos Jesus crucificado com “Nossa Senhora das Vitórias” aos seus pés, no centro um cruzeiro e à direita a “gloriosa” estátua do galo branco com crista vermelha. Além dessas estruturas, no cimo do monte existe uma capelinha e a sala dos ex-votos onde os romeiros deixam objetos como agradecimentos pelas bênçãos alcançadas. É esse o principal ponto turístico religioso do Rio Grande do Norte onde anualmente milhares de pessoas vêm pagar promessas e agradecer as bênçãos recebidas.
Uma nova trindade potiguar: o “Galo”, Jesus crucificado e “Nossa Senhora das Vitórias”.
Trata-se de um verdadeiro santuário de romaria dos seridoenses. Observamos muitas pessoas venerando e pagando promessas à “Santa”. O “Galo” tem uma altura mediana de 1,55 metros e está localizado em cima de uma estrutura rochosa alta que apenas pessoas fisicamente bem condicionadas conseguem escalar. Enquanto estivemos no topo do monte, vimos várias pessoas admirando o “Galo”, mas não vimos ninguém adorando-o abertamente, até porque não existe nenhum local onde se possa ficar de joelhos diante do “Galo”.
Dá para perceber que toda a romaria gira em torno do “Galo” e do seu monte “santo”. É uma galomania! É como se o “Galo” fosse o ator principal, a “Santa” uma atriz coadjuvante e Jesus apenas um atorzinho figurante.
Infelizmente, a veneração e adoração ao “Galo” existem
Ao descer o Monte do Galo, entrevistei calmamente, durante os dois dias seguintes, quinze pessoas. Cinco eram líderes católicos: dois casais e uma solteirona, todos com mais de 50 anos de idade. Os outros dez eram evangélicos com menos de 45 anos de idade.
Todos subiram, pelo menos algumas vezes, o Monte do Galo. Todos agradeceram a “Santa Nossa Senhora das Vitórias” por bênçãos alcançadas ou pagaram promessas à “Santa”. Apenas um dos quinze pesquisados confessou ter feito também um pedido ao “Galo”. Extrapolando a minha minguada pesquisa para um universo maior, podemos inferir que uma em cada quinze pessoas que sobe o morro faz pedido ao “Galo”. Ou seja, 6,6% dos romeiros locais veneram o “Galo”. Esse percentual, na verdade, deve ser bem maior, uma vez que a veneração e o pedido ao “Galo” não são públicos e, sim, mentais (o romeiro os faz de forma disfarçada, para não ser ridicularizado). Por exemplo: presenciei dezenas de pessoas venerando a “Santa” e dezenas de outras apenas admirando o “Galo”. Não tenho a mínima idéia do que esse segundo grupo pensava enquanto contemplava o “Galo”. Só Deus sabe se estavam ou não venerando-o.
Marcos Nunes chegando ao topo do Monte do Galo.
Renato José da Silva é natural de Carnaúba dos Dantas, nasceu no dia 19 de abril de 1987 e, como todos os outros entrevistados, é oriundo de uma família tradicionalmente católica. Aos dez anos de idade foi vítima de um traumatismo no olho esquerdo, causado por um guidom de bicicleta. Renato narra que sua mãe (Maria do Socorro da Silva) correu à igreja católica e pediu ao padre que rezasse para que o filho não perdesse a visão. O padre rezou e orientou que o menino Renato deveria subir o monte de joelhos e rezar “cinqüenta ave-marias e cinqüenta padre-nossos”. Ao chegar em casa, sua mãe lhe fez uma mortalha, um tipo de túnica, ele subiu de joelhos até o topo e lá rezou suas cem preces para a “Santa” e para o “Galo”. Insisti, perguntando se foi o padre que orientou a sua mãe a instruí-lo a rezar simultaneamente à “Santa” e ao “Galo”. Ele respondeu que não sabe se foi o padre, mas que ao chegar lá em cima, mentalizou suas preces tanto para a “Santa” como para o “Cocoricó”, e que tinha certeza que rezou a quantidade certinha, pois contou tudo no terço que tinha nas mãos. Perguntei-lhe se solicitou alguma bênção. Renato relatou que, a mando da sua mãe, pediu à “Santa” e ao “Galo” para “abençoar sua família e que nunca permitisse que ele viesse a ingerir bebidas alcoólicas”.
No entanto, a “Santa” e a “Ave Galinácea” de concreto são fracos, pois Renato relata que aos 15 anos de idade, enquanto brincava com amigos, tomou um porre que totalizou cinco litros de cachaça em uma só noite. Nem o macho da galinha suportaria uma dose dessas!
Renato aceitou Jesus como seu Salvador pessoal há dois anos e está preparando-se e muito desejoso para ser batizado e fazer sua pública profissão de fé na igreja batista local.
Renato José da Silva: “Cinqüenta

ave-marias e cinqüenta padre-nossos para o Galo e a Santa”. Seta preta indicando a cicatriz no seu joelho direito.
Hoje, Renato tem 19 anos e é zelador da Pousada Água Doce. Daquele dia patético em que subiu de joelhos o Monte do Galo, guarda para o resto da vida uma cicatriz no joelho direito. Perguntei se estava animado e firme na sua nova fé e prontamente me respondeu: “Em nome de Jesus!” Mais tarde, naquela mesma noite, sentou-se na cadeira ao meu lado no terraço da pousada, enquanto observávamos um toró com relâmpagos e trovões, abriu orgulhosamente sua Bíblia novinha e leu para mim Josué 1.8, que diz: “Não cesses de falar deste Livro da Lei; antes, medita nele dia e noite, para que tenhas cuidado de fazer segundo tudo quanto nele está escrito; então, farás prosperar o teu caminho e serás bem-sucedido”. Que Deus te proteja, te abençoe e te conserve no caminho dEle, Renato!
Liderança religiosa opina sobre a veneração ao “Galo”
Marcos Nunes e eu fomos conhecer a senhora Maria Lúcia de Medeiros, conhecida na cidade como “Taúta”, que completa 70 anos em 2006 e que nos recebeu espontaneamente e de bom grado em sua residência para uma entrevista. Solteirona, simpática, devota de São José (o padroeiro da cidade) e de N. S. das Vitórias (padroeira do monte), auxiliar da pastoral da criança, catequista desde os 13 anos de idade e ministra extraordinária da eucaristia, é uma referência católica na cidade.
Impedida pela artrose nos membros inferiores, hoje não consegue mais subir o Monte do Galo para venerar a “Santa”. Perguntei, entre outras coisas, se a igreja católica considerava o “Galo” um santo. Dona “Taúta” assegurou-me: “O lugar do monte é santo, mas o galo não. E a veneração é só a Nossa Senhora das Vitórias”.
Perguntei se corrigiria algum romeiro que afirmasse para ela que subiu o monte e venerou a “Santa” e o “Galo”. Respondeu-me: “Se o romeiro tem fé no Galo, tudo bem. Não iria corrigir o romeiro do Galo. Não iria dizer que ele estava errado. Eu respeitaria a fé do romeiro, mesmo não concordando com ela”.
Em seguida, fomos até um minúsculo povoado chamado Ermo (nome bastante sugestivo para o local) pertencente a Carnaúba dos Dantas e localizado a dez quilômetros de distância. No Ermo quase não existe asfalto nem pressa, as pessoas têm uma prosa mansa, gostosa e a vida parece passar lentamente por ali.
Lá conhecemos o casal Francisco Adelino Filho e Maria de Lourdes Adelino, casados há 38 anos, que reside em uma casa construída em 1868 (hoje bastante reformada). Eles afirmam ter hospedado algumas vezes o famoso e polêmico frei Damião (1898-1997). Identificamo-nos e o casal também nos recebeu espontaneamente em sua residência para uma rápida entrevista. Francisco contou orgulhosamente que seu pai foi quem doou o terreno para a construção da igreja católica local, que foi fundada em 1937.
O pastor Silvany com sua esposa Maria do Socorro e sua filha Vanessa.
Hoje, devido a problemas de saúde, o casal não consegue mais subir o Monte do “Galo”. Porém, Francisco não deixa passar a oportunidade de dizer que subiu o monte de joelhos, à época em que a subida era de barro, para pagar uma promessa à “Santa” por uma graça alcançada. Tinha ficado curado de uma “bronquite asmática”, assegura.
Maria de Lourdes Adelino é devota de “Nossa Senhora das Graças”, auxiliar da pastoral da criança, catequista, ministra extraordinária da eucaristia e conhecida no povoado como uma católica fervorosa.
Fiz a esse casal a mesma pergunta feita a dona “Taúta”: se corrigiria o romeiro que declarasse para eles que subiu o monte e venerou a “Santa” e o “Galo”. Responderam-me: “Não corrigiríamos o romeiro que adorou o galo, respeitaríamos a sua fé. Mas, esperaríamos que no futuro pudéssemos ter uma oportunidade de educá-lo na veneração correta”.
Consultamos também o pastor batista local, Silvany da Silva, que tem um ministério na região do Seridó há quase uma década. Perguntamos se havia realmente a veneração ao “Galo” no monte e Silvany foi bastante direto: “Ninguém viaja para cá só para subir um monte e ver uma santa, isso existe em muitas outras cidades! O foco aqui é o galo! O monte é do galo! Na mente do romeiro, o referencial de milagre, bênção e promessa alcançada é mesmo o galo!”
Concluímos, portanto, que a adoração ao “Galo” de fato existe, mas é clandestina e praticada pelos romeiros mais humildes. No entanto, o mais grave é que a igreja católica local não censura publicamente esse tipo de veneração.
A igreja católica não apóia, mas também não censura
Que tempo esse em que vivemos! No sertão nordestino estamos diante de acontecimentos inexplicáveis, ou melhor, “explicáveis” demais.
É claro que, muitas vezes, a mentira foi a base do sistema político-religioso da igreja católica, infiltrada nos labirintos do Vaticano. Claro que não nos esquecemos da Inquisição, das indulgências, do apoio camuflado do papa Pio XII a Adolf Hitler e de uma enxurrada de padres pedófilos. Freqüentemente, as leis católicas até parecem proteger os crimes e regulamentar os conteúdos dos seus próprios intestinos.
O autor com sua mão direita na
abertura da “Caixa das Almas”.
Os fatos reais: no topo de um monte em Carnaúba dos Dantas existe a adoração a um “Galo” em área “santificada” pela igreja católica e ela não manda retirar nem a “Santa” nem o “Galo” de lá. A igreja age como uma psicopata, nega e ignora que exista uma veneração ao “Galo”. E quando alguém confessa que adorou a ave, faz vista grossa e não corrige o ingênuo. Parece que não é necessário dar alguma racionalidade à adoração. Deixando do jeito que está, as romarias estão trazendo bons dividendos para a Igreja Católica Apostólica Romana.
Ao lado da estrada, em uma das entradas da cidade, existe até uma caixa de concreto a “Nossa Senhora das Vitórias” com uma abertura onde o romeiro pode deixar a sua oferta e o seu pedido. Pela abertura dá para depositar, mas é praticamente impossível retirar alguma coisa de dentro da caixa, a não ser para quem tem a chave da sua portinha. Os moradores locais chamam-na de “caixa das almas” por poderem deixar uma oferta ou pedido em prol da alma de um ente querido.
Infelizmente, a igreja da maioria parece querer o romeiro cada vez mais burro e submerso no maremoto de mentiras. Enquanto isso, o tilintar das moedas continua bem-vindo na igreja e o “Cão” (ops!), digo, o bicho no cume do monte continua agindo livremente.
O “Cocoricó” versus Jesus Cristo
Ah! Como a Palavra de Deus é farta no quesito de reprovação à idolatria.
Um grupo de irmãos em Cristo, oriundos do catolicismo roxo, hoje convertidos ao Senhor Jesus, saindo da igreja para evangelizar a cidade. Blusas laranjas com o título do livro de Norbert Lieth: “Conheça Jesus: Único, Incomparável, Maravilhoso”.
Qualquer evangélico que já viu a estátua do padre Cícero, em Juazeiro do Norte; a do frei Damião, em Guarabira e a do Galo, em Carnaúbas dos Dantas, faz quase imediatamente uma analogia daqueles locais com o bezerro de ouro descrito no livro do Êxodo, capítulo 32. Tememos sobre as conseqüências desses atos de idolatria, quando lemos: “Então, disse o Senhor a Moisés: Vai, desce; porque o teu povo, que fizeste sair do Egito, se corrompeu e depressa se desviou do caminho que lhe havia eu ordenado; fez para si um bezerro fundido, e o adorou, e lhe sacrificou, e diz: São estes, ó Israel, os teus deuses, que te tiraram da terra do Egito. Disse mais o Senhor a Moisés: Tenho visto este povo, e eis que é povo de dura cerviz. Agora, pois, deixa-me, para que se acenda contra eles o meu furor, e eu os consuma; e de ti farei uma grande nação” (Êxodo 32.7-10).
Esses memoriais de concreto armado são inúteis para nos salvar. “Os ídolos das nações são prata e ouro, obra das mãos dos homens. Têm boca e não falam; têm olhos e não vêem; têm ouvidos e não ouvem; pois não há alento de vida em sua boca. Como eles se tornam os que os fazem, e todos os que neles confiam” (Salmos 135.15-18).
O já citado pastor Silvany da Silva sentencia: “As romarias têm sido uma grande cadeia que o diabo lança sobre o povo sertanejo. O diabo tem feito do sertão nordestino um laboratório de desgraças e destruição moral, ética e espiritual. Durante anos a igreja católica tem mantido o povo oprimido e preso à miséria e à autoflagelação. Muitos sertanejos já perderam suas vidas fazendo romarias, viajando centenas de quilômetros em cima de caminhões, a pé e de joelhos (pagando alguma promessa). Outros doaram suas terras à paróquia da sua cidade. Missas, casamentos e batizados sempre são pagos pelos fiéis”.
Há cerca de duzentas pessoas em Carnaúba dos Dantas que já escolheram Jesus Cristo como seu Senhor e Salvador pessoal, segundo as estatísticas do próprio pastor Silvany da Silva. Não dobram mais os joelhos diante de “Santo”, “Santa”, “Galo” ou qualquer outra imagem de escultura. Pessoas que introverteram a Palavra de Deus e vivem obedecendo-a dia a dia: “Não farás para ti imagem de escultura, nem semelhança alguma do que há em cima nos céus, nem embaixo na terra, nem nas águas debaixo da terra” (Êxodo 20.4). Conheci um pequeno grupo desses fiéis, numa tarde de sábado, antes de sairem para evangelizar de porta em porta pela cidade.
Ouvi testemunhos marcantes de alguns deles (todos sofreram perseguições após suas conversões) e tirei fotos do grupo – nossos heróis na fé. Alguns usavam blusas de cor laranja naquela tarde com o título do livro do Norbert Lieth estampado nelas – “Conheça Jesus: Único, Incomparável, Maravilhoso”. Segundo Silvany, eles copiaram os dizeres do site da Chamada da Meia-Noite.
É minha sincera oração que este artigo possa gerar intercessores pelo mundo afora em favor desses nossos irmãos em Cristo lá da região do Seridó. Você que acabou de ler esta matéria, que tal gastar agora alguns minutos em oração, clamando ao único Deus que vê, ouve e responde nossas súplicas em prol daqueles irmãos seridoenses?
Quanto aos iludidos pela igreja da maioria, é também minha oração que se libertem rapidamente desse jugo, pois essa história de “Santa” e “Galo” “não é sabedoria que desce lá do alto; antes é terrena, animal e demoníaca” (Tiago 3.15). Ao nosso Deus toda a glória e honra, amém!
 (Dr. Samuel Fernandes Magalhães Costa)
Publicado anteriormente na revista Chamada da Meia-Noite, julho de 2006.

sexta-feira, 2 de julho de 2010

COPA DO MUNDO "NÃO FOI O DIA D"

Em 2006 nós brasileiros assistimos estagnados, a nossa Seleção Brasileira de futebol perder a oportunidade de ser Hexa! Pensei... Se tivesse ganhado, o que isso mudaria em minha vida?
Somos um país com tantos problemas. Vivemos numa sociedade moralmente corrompida e degradada, Já paramos para pensar nisso?
O normal hoje, é o brasileiro esperar certos acontecimentos para que estes lhes dêem uma porção de alegria. O carnaval, copa do mundo, noite de natal, festas juninas etc. Nada tenho contra as manifestações culturais do nosso país; o problema é que vivemos um momento tenso na história da humanidade e parece que muitos estão em estado de letargia.
Talvez não precisemos temer que uma bomba atômica caía sobre nossas cabeças, como aconteceu no Japão durante a 2º guerra mundial, não precisa, existe um outro tipo de bomba armada, pronta para explodir. A intolerância, indiferença, hedonismo e egoísmo estão tomando proporções inimagináveis na nossa sociedade.
A banalização da violência como conseqüência, mesmo em muitos gramados, temos os telejornais escorrendo sangue. Nossas mentes dia após dia estão sendo invadidas por supostos formadores de opinião, que em sua maioria, pessoas que apenas repetem a idéias de outros.
Muda-se a roupagem nas várias áreas, mas o conteúdo é o mesmo.
Temos medo de pensar e falar sobre o que não está in foco, afinal quem quer parecer ultrapassado? Será que honestidade, amor, paz, coerência e humildade são mesmo valores ultrapassados?
Certo escritor francês chamado Leconte du Nouy escreveu o livro: A dignidade humana no período pós-segunda Guerra mundial. Ele diz que a evolução do homem não é mais anatômica, e sim espiritual. A teoria dele é boa, porém o que vejo no século XXI, após mais de 50 anos da afirmação do Sr. Leconte du Nouy é que continuamos os mesmos; para não dizer que estamos piores. Mas, em tempos de pluralismo, minha visão é inaceitável para muitos afinal a relatividade impera. A minha verdade pode não ser a sua verdade, e isso é plenamente aceitável.

Joana D ´arc
Continuarei buscando praticar aquilo que para alguns está ultrapassado e fadado a desaparecer.  Acredidto que sem amor,  humildade, tolerância, coerência e paz de espírito, nossa sociedade tende a sucumbir.
Ficar triste com a derrota da nossa seleção não mudaria nada em minha vida... Tenho uma alegria que não depende de circunstâncias.    Em 2010 a cena se repete com a derrota do Brasil para a Holanda, O Brasil foi eliminado nas quartas de final, dessa vez a confiança também estava alta, mais uma vez vimos a nossa seleção perder o jogo.
Certo comentarista tentava amenizar a tristeza e desapontamento dos brasileiros repetindo que era apenas um jogo de futebol. No entanto para muitos era mais que um jogo era a oportunidade de se alegrar.
Nossa alegria deve ter outra fonte, Deus que dá a alegria constante...
Existe um livro na bíblia conhecido como: a carta de Paulo aos Romanos, no cap 12 nela o autor diz algo para pensarmos: não devemos ter um conceito elevado acerca de nós mesmos.
Quem sabe agora possamos ver a grande mídia possa abrir espaço para mostrar os 72 municípios nordestinos que foram afetados pelas enchentes de 18 a 29 de junho, cujos habitantes estão esperando uma oportunidade para recomeçar suas vidas.

quinta-feira, 1 de julho de 2010

PROVAVELMENTE NÃO HÁ UM DEUS?

O pano de fundo está pronto no mundo em que vivemos...
 Um dos objetivos de quem comanda as trevas é impedir o avanço dos cristãos. Embora muitos cristãos sofram na pele a perseguição, talvez essa não seja a pior delas. O engano pode ser pior que ser açoitado e preso por uma acreditar numa causa. Vemos terapias alternativas de caráter espiritual duvidoso, se transformando em medicina legal.

Já é possível que bebês durmam mais tranquilos ao som relaxante das músicas instrumentais do conhecido movimento New Age.  Massagens terapêuticas são realizadas por muitos massoterapeutas que sabem exatamente o que estão fazendo com as mentes confusas e os corpos cansados.
Em países da Ásia e America Latina cristãos são presos acusados de serem terroristas.
Na Europa, são tachados de “fundamentalistas” e não são bem vindos.

Em 2009 vi notícias de um ônibus que circulava pelas ruas da Inglaterra e Espanha incentivando as pessoas se tornarem atéias. Nesta campanha pagaram por anúncios dizendo: Provavelmente não há um Deus, então “pare de se preocupar e aproveite sua vida.”
A campanha ateísta, organizada pela Associação Humanista Britânica e apoiada pelo biólogo da Universidade de Oxford Richard Dawkins, provocou um debate sobre mensagens religiosas em espaços públicos.
Eles estão desesperados... muitos desses defensores do ateísmo e do evolucionismo reconhecem que estão perdendo a guerra.
Crer que somos apenas fruto do acaso, é como dizer que pela evolução dos pinceis existem as mais belas pinturas.


A humanidade quer viver com esperança de que dias melhores virão. Simplesmente não querem mais ouvir que algum dia, em algum lugar, numa era remota, certo primata evoluiu e que somos mero fruto desse processo... Eles querem um recomeço, uma oportunidade de Vida eterna, querem conhecer o autor da obra de arte... É nesse ponto que está a singularidade do cristianismo, somente Jesus Cristo tem o poder de nos dá a vida eterna.
O espírito do anticristo está atuando de forma explicita hoje, precisamos está fortalecidos no Senhor e na força do seu poder. Devemos nos manter atentos com aquilo que nossos olhos estão contemplando nesses dias.
Novos projetos de lei tramitam no congresso e neles há muitas coisas nas entrelinhas que se fazermos uma leitura, ficaríamos sinceramente mais antenados.

Estamos vivendo os últimos dias e certamente o Espírito Santo está nos alertando sobre o princípio das dores, sobre a urgência de levarmos Jesus, o Pão que sacia para as multidões famintas.
Pois que vantagem há em suportar açoites recebidos por terem cometido o mal? Mas se vocês suportam sofrimento tendo feito o bem, isto é louvável diante de Deus, para isso vocês foram chamados, pois também cristo sofreu no lugar de vocês, deixando – lhes o exemplo para que sigam os seus passos. I Pedro 2: 20 e 21.

DIAS DIFÍCEIS PARA O MEU POVO

A viagem até Água preta e Palmares foi uma experiência diferente de tudo que já vivi...
Saímos do Agreste de Pernambuco levando donativos, sob ameaça d e sermos saqueados no caminho, segundo informações. Vários fugitivos de um presídio estavam soltos saqueando os carros que passavam na região...

Ao no aproximar da cidade de Catende em PE, já era possível perceber a destruição.
Em Água Preta as pessoas nos contaram que a água veio repentinamente como uma onda, e ninguém conseguiu salvar seus móveis e outros objetos pessoais. Um cenário triste para quem construiu com dificuldades um lugar para viver, morou ali por 30 ou 40 anos, e agora viu tudo ir embora em segundos...
Talvez seja por causa da copa do mundo e do São João que as pessoas ainda não perceberam a dimensão da tragédia que ocorreu no Nordeste Brasileiro...
Barreiros, Palmares, Água preta, cortês... mais 50 municípios só em Pernambuco estão situação de calamidade.
Foram 3 estados afetados, mais de 100 mil desabrigados no total. Estivemos em Água Preta em PE levando os poucos donativos que conseguimos e lençóis. Víamos as pessoas muito assustadas com tudo o que aconteceu.
Em cada sacola de donativos colocamos uma mensagem bíblica e quando dizíamos para lerem, os olhos das pessoas brilhavam...
Estamos em campanha juntando donativos para levar novamente para os desabrigados em Barreiros também em PE.
O cenário em toda região parece com o Haiti depois do terremoto...
As famílias perderam tudo. A cidade está sem luz elétrica. Levamos alimentos e roupas.
O clamor que ouvimos lá hoje, dia 24 de junho foi, precisamos de comida, precisamos de comida e colchões....
Estamos aceitando donativos, principalmente cestas básicas e colchões para levarmos...

A dificuldade tem sido grande para conseguir donativos nesse primeiro momento. Diante de uma tragédia dessas, quando buscamos ajuda... Algumas pessoas se resumem a dizer, já passou alguém aqui pedindo...
As enchentes no Nordeste foram terrível reflita... cenário pós guerra
As pessoas pensam que ajuda do governo já chegou, que o povo tem tudo, um engano pensar assim, ontem quando estivemos lá 6 dias após o ocorrido o presidente Lula estava sobrevoando a região.

Assista ao vídeo da viagem que a Pão é vida fez á Água Preta PE dia 24 de junho e 2010, levando donativos. CLIQUE E ASSISTA: http://www.youtube.com/watch?v=cSyXMfwZlwc